WordPress

Como Criar Ambiente de Teste no WordPress – Um Guia para Iniciantes

como criar ambiente de teste wordpress

Desenvolver um site WordPress sem realizar testes pode ser algo perigoso. Neste artigo, vamos discutir o ambiente de teste (staging enviroment) do WordPress, que proporciona um lugar seguro para testar novos recursos sem afetar o site que está no ar.

O Que é o WordPress Staging Environment?

Um site de testes do WordPress é como se fosse uma réplica do seu site online, que inclusive pode ser hospedada no seu subdomínio privado.

Esse ambiente permite que você teste quaisquer mudanças ou recursos com modificações significativas que deseja implementar na versão online a acessível pelo público de seu website.

Os desenvolvedores usam um site de testes do WordPress como um local para ensaios — para implementar novos recursos, temas, plugins ou linhas de código — evitando que erros aconteçam no site online.

Dessa forma, eles podem evitar que o site fique fora do ar ou que os usuários tenham uma experiência ruim, o que aconteceria caso não fosse tomada essa precaução.

Sobretudo, esse ambiente não fica acessível para o público em geral, os seus principais visitantes, já que mesmo os mecanismos de busca nunca terão acesso ao seu staging site.

Isso acontece porque você o utiliza, na maior parte, para propósito de desenvolvimento. Até porque esse é um processo que pode envolver a tela branca da morte (WSoD ou White Screen of Death), travamentos, lentidão no carregamento, etc.

Existem três funções principais para um site de testes do WordPress:

  • Campo de desenvolvimento — como já explicamos brevemente, esse local irá conter a iteração mais recente de coisas como recursos, códigos ou modelos em que você esteja trabalhando atualmente. Então é o local perfeito para servir como um teste inicial para quaisquer novas mudanças antes de você implementá-las no site ao vivo.
  • Um réplica de um site online que você criou — você pode economizar tempo ao criar um site WordPress com estrutura similar a partir do zero. Isso também pode ser um backup alternativo para quando algo inesperado acontece no website online.
  • Um lugar para avaliações de qualidade (QA) pré-lançamento — durante o processo de avaliação de qualidade (Quality Assessment ou QA), as mudanças no seu website serão testadas de maneira minuciosa em busca de possíveis erros ou glitches. Isso é particularmente verdadeiro para sites que já são bastante populares, afinal qualquer tempo fora do ar ou experiência ruim de usuário podem resultar em perda de lucros.

Isso é Importante?

Como escrevemos na seção anterior, é aparente que um staging site do WordPress pode ajudá-lo bastante. Se você é um webmaster, é óbvio que você não irá deixar os visitantes terem qualquer experiência ruim enquanto visitam o seu site. Isso é importante, especialmente se você quer reduzir a taxa de rejeição (bounce rate) do seu site.

Com um site de testes, você pode promover mudanças livremente ou inventar quaisquer recursos que você acha que podem ajudar os visitantes do seu site. Isso sem correr o risco de ocorrerem falhas ao colocá-las diretamente no seu site online.

Se você desenvolve um site para outra pessoa, o website de teste pode lhe dar a privacidade necessária para construir e atualizar as páginas sem se preocupar se aquela pessoa está monitorando o seu trabalho.

Quando você quiser introduzir um novo código e testá-lo online, você não terá que tirar o seu site do ar se acontecer algum problema, o que iria refletir mal na sua reputação.

Falando sobre os testes pré-lançamento, esses aqui são os três cenários onde um staging site do WordPress é usado comumente:

  • Teste de fumaça — um tipo de teste que determina se o site que foi desenvolvido é estável ou não. Aqui, você pode testar cada recurso que projetou. Isso é uma confirmação inicial antes de continuar testando.
  • Teste de aceitação (User Acceptance Test ou UAT) — um tipo de teste que define se o cliente aceita o site que você desenvolveu, considerando os requisitos nos quais vocês dois concordaram em trabalhar.
  • Chaos Engineering — um tipo de teste que pode parecer contra-produtivo à primeira vista — você injeta plugins/scripts maliciosos no site desenvolvido para testar a sua habilidade de resposta. Isso é um método efetivo para se preparar e minimizar qualquer tempo que o site online possa ficar fora do ar quando um risco realmente se apresentar.

Como um ecossistema fechado, o ambiente de testes também pode protegê-lo de problemas de ranqueamento em SEO, que normalmente acontecem quando você desenvolve diretamente um site ao vivo.

Os crawlers dos sites de busca podem detectar erros criados a partir da atividade de desenvolvimento do seu site ao vivo, o que impacta o desempenho de SEO do seu website.

Por outro lado, você também não quer que o motor de busca vá rastrear e indexar o seu site de testes. Afinal, ter um site não finalizado que acabe sendo indexado pode afetar negativamente o seu SEO.

Para evitar que os motores de busca acabem indexando o seu staging site, você pode fazer o seguinte:

  • Autenticação.htaccess — você pode excluir o seu site da indexação ao definir permissões especiais antes que isso aconteça. Então, quando alguém tentar acessar o site de testes, um formulário de login irá aparecer. Isso tornará o ambiente de testes mais seguro.
  • Whitelist de endereços de IP — você pode restringir o acesso ao staging site ao permitir que apenas um único endereço de IP o acesse. Dá para definir o valor do seu computador pessoal, do escritório ou de redes de clientes. Limitar o acesso também é um ótimo método de melhorar a segurança do site.

O Staging Site é Diferente do Site Online?

Enquanto a estrutura em geral do seu site de teste é basicamente a mesma, ele, de fato, é diferente do seu website que está na internet. Isso acontece porque você tem mais liberdade para realizar modificações e promover pequenos ajustes no staging site — em comparação com o site ao vivo.

Devido à natureza de desenvolvimento, o seu site de testes podem ter muitos dados corrompidos, o que pode afetar a performance da página em sua totalidade. Portanto, esse website pode ser mais lento do que aquele que está no ar.

Como Testar um Site Fora do Ar no WordPress

Agora você sabe sobre o staging site do WordPress e os benefícios que ele tem a oferecer para seus objetivos de desenvolvimento. Nesta seção, vamos contá-lo como criar um website de testes no WordPress. Existem duas maneiras de fazer isso: manualmente ou usando um plugin.

Método Manual

Primeiramente, você precisa acessar o painel de controle da sua hospedagem. Esse método requer que você modifique o código e as configurações da base de dados. Você pode executar modificações mais complexas usando esse método. Escrevemos um artigo sobre como criar um site de testes do WordPress de maneira manual.

Usando um Plugin

página de download do plugin para wordpress wp staging

Você pode criar um ambiente de staging usando um plugin conhecido como WP Staging. Esse plugin permite que você crie e clone um website. Ele é bem simples e direto de usar, já que tudo que você precisa fazer é instalá-lo, ativá-lo e criar um novo site de testes.

Se você é novo no WordPress, dê uma olhada no nosso artigo sobre como instalar um plugin do WordPress.

Uma vez que você tiver ativado o plugin, vá até WP Staging -> Create New Staging Site (Criar Novo Site de Testes). Dê um nome para o seu website — nesse caso é Site de Teste — e então cheque todos os Arquivos (Files) e Tabelas de Banco de Dados (Database Tables) que você quer copiar. Quando estiver pronto, clique em Star Cloning (Começar a Clonar).

IMPORTANTE: Crie um arquivo de backup antes de fazer um ambiente de testes para o seu website.

página de clonagem do site wordpress no wp staging

O processo pode levar algum tempo, especialmente se o seu site tiver uma grande quantidade de dados. Quando a clonagem estiver concluída, você pode clicar em Go to Your Staging Site (Vá para seu Site de Teste), ou use a URL seusite.com/staging.

Quando estiver dentro do seu staging site do WordPress, um banner laranja será exibido anexo à sua barra de administrador.

banner laranja dentro do admin do staging site no wordpress

Daí em diante, você pode customizar os temas ou atualizar e testar os plugins antes de fazer a mesma coisa com o seu site que está no ar.

Você também pode automaticamente publicar as mudanças que você fez usando esse plugin. Contudo, é necessário um plano premium para fazê-lo.

Também é importante notar que usar o plugin para criar um staging site pode ser algo limitante, já que nesse caso você apenas pode testar a compatibilidade de novos plugins e temas.

Se você quer ter mais flexibilidade para mudar o código de todo o website, é necessário criar um site de testes usando o método manual.

Conclusão

Agora você já sabe o básico sobre sites de teste do WordPress, que proporcionam um ambiente seguro antes de implementar quaisquer mudanças para o seu site online.

Você também aprendeu como criar um staging site manualmente ou usando um plugin. Mas, lembre-se, o método manual é a opção certa se você deseja ter maior flexibilidade para alterar o código.

Você tem alguma experiência de desenvolvimento de sites ou de uso do ambiente de testes? Então deixe um comentário e compartilhe a sua história conosco!

Carlos E.

Carlos Estrella é formado em jornalismo pela UFSC e tem as funções de redator, tradutor e SEO na Hostinger Brasil. Já trabalhou com jornalismo de games e tecnologia e hoje aplica essa experiência escrevendo posts e tutoriais no blog da Hostinger. Suas paixões incluem games, dar rolês com a namorada e amigos e ler artigos aleatórios da Wikipédia de madrugada.

Deixe um Comentário

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comece a Economizar Agora!

Hospedagem com tudo incluso e nome de domínio
1
45
/mês