Cultura Organizacional – Aprenda a Unir Pessoas em Torno da sua Causa
access_time
hourglass_empty
person_outline

Cultura Organizacional – Aprenda a Unir Pessoas em Torno da sua Causa

Você já tirou um tempo para refletir a respeito da importância da missão, visão e valores de uma empresa? Tais elementos possuem uma ampla relação com um conceito cada vez mais em pauta nas corporações. Estamos falando da cultura organizacional.

A cultura organizacional tem tudo para ser um importante suporte competitivo para o seu negócio. Por meio dela é possível engajar a sua equipe em prol de uma causa, do êxito do trabalho e de objetivos atingíveis.

No presente artigo vamos apresentar os conceitos por trás da cultura organizacional, destacando o quanto ela é importante para qualquer negócio.

O Que é Cultura Organizacional?

A cultura organizacional consiste em um conjunto bem estruturado de práticas, normas e valores estabelecidos nos processos de trabalho de uma organização.

Ela pode ser compreendida no modo como a organização guia os seus empreendimentos, na maneira como trata os seus clientes, parceiros e funcionários, bem como no grau de hierarquia aplicado nas operações.

Além do mais, a cultura organizacional de uma empresa necessita ser pensada a partir de pontos básicos comuns.

Esses pontos são fundamentais para que você tenha condições de reforçá-la no dia a dia do seu negócio.

Vale destacar que esses pontos são avaliados levando em consideração as características de cada empresa. É um equívoco elaborar uma cultura organizacional que não possui nenhuma identificação com os propósitos essenciais de uma organização. 

Por isso, esse é um detalhe que deve ser bem estudado: a cultura organizacional é o espelho do seu negócio.

Como a Missão, a Visão e os Valores Influenciam na Cultura Organizacional?

É possível afirmar que a cultura organizacional é sustentada por três alicerces: a missão, a visão e os valores.

Ao unir esses três conceitos de forma coesa, com um objetivo claro e definido, será possível obter êxito ao engajar os seus colaboradores para atingir os propósitos do seu empreendimento.

Para definir o que esses conceitos vão representar para a sua empresa é preciso estar atento para o que cada um deles significa. Sendo assim, podemos aferir que a missão é a razão da sua empresa existir no mundo.

A visão é o destino onde você quer chegar com a sua empresa, o ponto onde você pretende visualizá-la no futuro. Enquanto os valores consistem nos princípios em que você e os seus colaboradores acreditam e aplicam no dia a dia.

Diferença entre Cultura e Clima Organizacional

Hoje em dia muito se fala em cultura organizacional, mas é bom lembrar que não dá para confundir cultura com clima organizacional. 

A cultura organizacional é o modo de ser da empresa, e é mantida e disseminada entre as pessoas principalmente por meio dos valores. Desde a forma de se vestir até a comunicação e histórias da empresa.

A cultura da empresa se mantém ao longo do tempo e é passada de funcionário para funcionário.

Enquanto isso o clima organizacional mostra como os funcionários enxergam e percebem coletivamente as características da empresa em um determinado momento.

Essa percepção ocorre por meio da experiência prática no dia a dia de trabalho.

Por isso, é importante também avaliar o clima organizacional através de pesquisas de clima, que são como uma fotografia ou um termômetro do momento atual e de como as pessoas se sentem na empresa. 

Isso permite conhecer de forma mais eficiente os sentimentos, necessidades e os desejos dos colaboradores da sua empresa. A respeito da cultura organizacional da sua empresa, é possível encontrá-la por meio de algumas práticas. Vamos entender quais são? 

Como Estabelecer o Fit Cultural na sua Empresa

Para definir a cultura organizacional da sua empresa é necessário identificar em um primeiro momento os fatores básicos que constituem a esfera cultural da organização.

Defina o seu Propósito

Com certeza a missão, a visão e os valores declarados constroem a cultura da empresa. A missão é o que vai nortear o que a empresa faz. A visão, onde a empresa quer chegar, e os valores dizem respeito a de que forma. Já o propósito, se refere ao “porquê” faz.

Em seu TED, Simon Sinek disse “start with why”, ou “comece pelo porquê”. O propósito da empresa é o porquê das pessoas acordarem todos os dias para trabalhar, e porque os seus clientes irão estabelecer relações de confiança e comprar de você.

Para definir o propósito da empresa, primeiro é necessário definir o que a empresa faz, e que dores dos clientes quer resolver.

E então, descubra o que faz com que as pessoas se sintam entusiasmadas em relação ao produto ou serviço que a empresa oferece para descobrir quais os valores que formam o seu propósito.

Combine isso com o valor real e também emocional, abordando o fator inspirador da marca, sempre trazendo uma linguagem clara e simples, de fácil entendimento, para que todos possam aplicar, sem dúvidas!

Valores – O que Você Preza e Acredita

Os valores, no âmbito da cultura organizacional, representam todos os conceitos e atributos que a empresa acredita ser importante para a sociedade.

Eles precisam ser claros e repassados para todos, para que independente de onde estejam trabalhando, possam ter a mesma base norteadora para qualquer tomada de decisão.

Por isso, é importante ter os valores descritos e apresentados durante o onboarding dos novos funcionários. Sempre que possível, também vale relembrar através de ações, treinamentos e reuniões ao longo do tempo.

Foco nos clientes, sustentabilidade, entrega de resultados, desenvolvimento, enfim, são apenas alguns dos valores que uma empresa pode adotar e investir para que eles sejam difundidos.

Missão – A Razão de Tudo que a Empresa Faz

A missão representa o motivo que leva a sua empresa a existir. Ela depende muito do segmento da atuação. 

Ao estipular a sua missão, a organização toma uma posição diante da sociedade, do mercado, dos clientes, colaboradores e fornecedores. 

Guiados pela missão, todos na empresa se tornam aptos a buscar e atingir os resultados desejados pela empresa em um curto, médio e longo prazo. 

Sendo assim, uma missão pode ser: “ser a empresa mais conhecida em seu segmento dentro de dois anos”.

Visão – Onde o Time quer Chegar

A visão representa o lugar onde a sua empresa pretende se posicionar. De uma forma bem sucinta, ela diz o que a sua empresa pretende. 

A visão deve ser pragmática, realista e, especialmente, realizável e tangível, visto que não é possível atingir aquilo que não conseguimos perceber e visualizar.

Caso a visão sugira ou estabeleça resultados inatingíveis, a visão será uma simples projeção para o futuro.

A visão também deve ser compatível com o perfil da empresa. Por isso que é tão fundamental que ela seja elaborada após serem definidas a Missão e os Valores, pois ao saber com precisão “o quê” e “como”, é mais fácil determinar o “onde”.

Alinhe a Teoria com a Prática

Esses três pilares: valores, missão e visão, devem ser projetos alcançáveis, caso o contrário, eles ficarão apenas na teoria e nunca irão para o terreno da prática. 

Pense no exemplo de uma empresa que atua no segmento dos cosméticos. Ela adota para a sua cultura organizacional a proteção ao meio ambiente. Como inserir isso no dia a dia da empresa?

É aí que as práticas sustentáveis podem ser inseridas no cotidiano, como, por exemplo, a adoção de materiais recicláveis nos processos internos, de reuniões e outras ações que fortalecem esse posicionamento.

Contrate Pessoas com Fit Cultural

A contratação é um detalhe fundamental para consolidar a cultura organizacional, pois assegura o engajamento dos profissionais aos valores da empresa.

O ideal é contratar colaboradores que estejam mais alinhados com os propósitos do negócio. O fit cultural consiste na similaridade de valores pessoais do candidato, com os valores dispostos pela empresa.

Além disso, é avaliada a probabilidade do funcionário ser capaz de se adaptar às crenças, atitudes e aos comportamentos adotados pela sua empresa.

Para contratar utilizando o fit cultural é necessário primeiramente mapear os comportamentos que você espera que as pessoas apresentem para cada valor descrito da sua empresa.

Por exemplo, se um dos seus valores é Foco no Cliente, você pode perguntar “cite um exemplo em que você foi além do esperado para resolver a situação de um cliente”. 

Perguntas mais amplas também ajudam a entender qual a motivação do candidato para trabalhar na empresa. Você pode fazer indagações relevantes, tais como “como é o ambiente de trabalho perfeito para você?”, “quais os valores que você mais preza em seu cotidiano?” e por que você deseja trabalhar conosco?”.

Fortaleça a Cultura

O modelo de cultura organizacional da empresa deve ser idealizado com o intuito de sobreviver a qualquer mudança no cenário da organização.

Por essa razão, os valores iniciais devem ser devidamente estipulados, sendo dotados de características permanentes, capazes de se adaptar a distintas realidades e padrões que a organização venha a alcançar.

Além do mais, é fundamental ser flexível para adaptar as bases da cultura organizacional.

Sendo assim, se uma empresa, por exemplo, adota a visão de se tornar a mais conhecida do país em seu setor, é necessário estabelecer uma visão compatível com isso para o futuro.

Como Manter uma Cultura Forte em Times Remotos

Hoje em dia é muito comum que as empresas adotem o chamado Home Office, também conhecido como Trabalho Remoto. Mesmo por meio do trabalho à distância, é possível manter o time engajado com os propósitos adotados pela sua cultura organizacional.

Comunicação e Confiança são as Chaves

A comunicação entre os integrantes auxilia na manutenção da cultura organizacional. Isso vale para times presenciais e remotos. Sem ela não há diálogo e o engajamento perde força.

Nesse aspecto, o papel da liderança é importante. É importante que a comunicação interna sempre esteja alinhada a pensar no time como um todo.

Afinal, se apenas uma pessoa do seu time trabalha remotamente, todas as outras devem se comunicar como se estivessem também remotos.

Atualmente, a utilização dos escritórios virtuais é um bom recurso, especialmente para manter a comunicação alinhada e organizar espaços de trabalho virtuais e ligações estilo coworking. Alguns exemplos são o Slack, Matrix, Coworker do Facebook, entre outros.

Por meio desse recurso, os colaboradores estão aptos a trabalhar em qualquer lugar usando canais e plataformas virtuais como celular e internet. 

Crie um Ambiente Inclusivo e Colaborativo

Para isso, é importante promover a integração entre os colaboradores e áreas da empresa. Vale também organizar eventos como confraternizações, cerimônias e workshops.

Todas essas ações são possíveis de serem feitas de forma remota, seja enviando gift card para Happy Hour para cada um, ou convidando pessoas da própria empresa para compartilhar seus conhecimentos com todos em um Workshop online.

Além disso, não dá para esquecer dos investimentos em treinamentos e qualificação dos colaboradores. Existem diversas plataformas de cursos online, como Udemy e Alura por exemplo, que você pode disponibilizar para os funcionários.

Use a Abuse da Tecnologia

No atual contexto é possível contar com inúmeras ferramentas tecnológicas que proporcionam o Home Office sem deixar de fortalecer o elo coletivo entre os colaboradores.

Plataformas como a Zoom Meeting e a Microsoft Teams, por exemplo, permitem reuniões por meio de vídeo online. 

Há também o Google Drive, ferramenta do Google, que permite o compartilhamento e o armazenamento de vários tipos de arquivos. 

Forneça e Colete Feedbacks com Frequência

Para fortalecer a cultura organizacional no seu ambiente de trabalho, é importante manter os colaboradores a par dos resultados. 

Para isso, existem meios de mensurá-los. Um exemplo disso é a utilização de ferramentas como o Google Analytics. Essa ferramenta traz índices precisos sobre metas atingidas, vendas realizadas e outros dados igualmente relevantes. 

Além dos resultados, é importante ter momentos para saber como as pessoas se sentem e quais dificuldades têm enfrentado. Nesse sentido, forneça Segurança Psicológica para conversar e compreender a motivação dos resultados obtidos e poder abrir possibilidades para resolverem juntos.

Foque no que é Importante e Meça os KPIs

É fundamental manter o foco naquilo que interessa para que os valores, a missão e a visão da empresa sejam devidamente atendidos e aplicados no dia a dia.

Ter metas bem claras auxilia nesse foco tanto para acompanhamento dos resultados, como para o funcionário ter certeza de qual meta e caminho traçar.

Em gestão remota, é importante ter transparência para que todos estejam alinhados e com o mesmo foco nos resultados.

Busque Conhecer Todos

Para assegurar a valorização da cultura na empresa, garanta que todos os colaboradores recém-contratados passem pelo procedimento chamado onboarding. Esse procedimento é um programa de integração e confraternização.

Diante de tais ações, o colaborador experimenta uma imersão nos valores e objetivos da empresa, tendo a possibilidade de compreender o ambiente e colocar os propósitos estabelecidos pela empresa no dia a dia.

Essa união reforça a coletividade, ainda que os integrantes atuem trabalhando de forma remota.

Foque em Responsabilidades, Prazos e Resultados

Com o objetivo de manter os colaboradores engajados e fortalecendo a cultura organizacional da sua empresa, mantenha sempre prazos pré-determinados para a entrega das tarefas.

Ainda que o trabalho seja remoto, é importante salientar que a missão e os valores serão alcançados com a dedicação da equipe em cumprir as suas tarefas.

Por isso, é válido estipular resultados a serem atingidos, pois isso ajuda a manter o foco da equipe.

Recompense as Pessoas pelos Resultados Alcançados

Quando metas são atingidas e os bons resultados aparecem, é fundamental recompensar a equipe.

Grandes líderes encorajam a criação de fortes laços de amizade em suas equipes por meio de confraternizações e eventos que celebram êxitos alcançados.

Além disso, crie um plano de carreira para os seus colaboradores. Permita que eles evoluam na sua empresa. Isso evita o turnover, permite a retenção de talentos e mantém o time unido e coeso.

A Cultura da Hostinger

Muitas vezes nos questionam como a cultura da Hostinger foi criada e é mantida com mais de 600 pessoas trabalhando remotamente ao redor do globo. Mesmo sendo tentador compartilhar todas as ações incríveis que temos, a resposta é simples: cultura não é algo criado.

A cultura de verdade acontece naturalmente como resultado do comportamento diário das pessoas. Se você encoraja a conduta correta em todos os passos das ações das pessoas, uma cultura extraordinária será o resultado.

Promova o Espírito de Dono e a responsabilidade em todas as pessoas, então você terá uma cultura de Espírito de Dono. Apoie o aprendizado e a leitura, então curiosidade será aplicada na cultura.

Encoraje as pessoas a darem feedback radicalmente honestos, então você terá uma cultura de abertura e desenvolvimento.

Com o tempo, nós reconhecemos o que nós valorizamos e definimos uma série de comportamentos e habilidades as quais chamamos de Princípios da Hostinger, que define o que é chamado de “fit cultural”.

Nós seguimos os nossos princípios em todos os passos que damos para decidir quem é contratado, bonificado, promovido ou demitido. Nossos princípios são nosso GPS que nos guia em todo o caminho.

Nossa missão é inspirar milhões de pessoas no mundo a liberar o poder da internet e dar a elas o poder de aprender, criar e crescer online. Isso nos ajuda a compreender a escala do nosso trabalho e impacto global disso todos os dias.

Viver com base nos Princípios da Hostinger nos empodera a participar e alcançar a nossa visão e missão mais rápido. Como? Nós acreditamos que as pessoas tomam decisões baseadas em duas coisas: a informação que tem acerca de um assunto e os princípios que seguem.

Sabendo que toda a informação é transparente na empresa, nós entendemos que conhecer e viver com base nos Princípios da Hostinger ajuda qualquer pessoa na empresa a ser responsáveis e tomar decisões mais rápido por superar as barreiras da “política corporativa” e “hierarquias”.

Aqui estão os Princípios da Hostinger

lista de principios da hostinger

Conclusão

Os Princípios que norteiam e fortalecem a cultura não são conceitos magicamente inventados, apesar de muitas vezes parecer um senso comum entre as pessoas da empresa.

Mas como John Doer diz: “Ideias são fáceis, execução é tudo”. Para nós, é o que realmente faz diferença entre crescer ou falhar. Se a cultura é fraca, não existe confiança na empresa, nem dos clientes ou dos funcionários.

Portanto, para assegurar uma cultura e clima organizacional eficientes, é fundamental seguir essas dicas e executar, encorajando os funcionários a seguir os Princípios em todas as ações para que a empresa possa não só escalar, mas trazer sucesso para os clientes e ter colegas de trabalho mais felizes e engajados!

O Autor

Author

Mariana Moreira / @mariana

Mariana é Psicóloga, pós-graduanda em Gestão Estratégica de Pessoas, e Coordenadora de RH na Hostinger Brasil. É apaixonada por People e Gestão de Pessoas, tendo como objetivo manter um ambiente de trabalho presencial e remoto mais feliz e engajado. Nas horas extras, trabalha também com Psicologia Clínica e Orientação de Carreiras.

Tutoriais relacionados

Deixe uma resposta

Comentar*

Nome*

Email*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Faça parte da Hostinger agora!