ecommerce

Como não perder dinheiro com seu E-commerce

Como não perder dinheiro com seu ecommerce

O mercado de e-commerce vem crescendo cada vez mais em todo o mundo. Apenas no Brasil, em 2016, as lojas e-commerce no Brasil faturaram R$ 44,4 bilhões, segundo relatório da Webshoppers.

E com a grande diversidade de plataformas de e-commerce, tornou-se fácil e rápido lançar uma loja online. Basta ter um produto, uma plataforma, uma boa hospedagem, e você já tem um negócio.

Porém, existe uma diferença entre criar uma loja online e fazê-la escalar.

Com a grande quantidade desses serviços surgindo e a velocidade com a qual as coisas mudam no meio tecnológico, muitas vezes fica difícil acompanhar as mudanças e se adaptar. Porém, se faltar alguns pontos no seu negócio, ele poderá acabar dando mais prejuízo do que lucro.

5 dicas para seu e-commerce

Veja neste artigo alguns erros que estão fazendo você perder dinheiro com o seu e-commerce, e algumas dicas de como evitar que isso continue acontecendo.

1. Ter um site lento

Quando uma pessoa opta por realizar uma compra online, geralmente, ela busca rapidez e praticidade. E se o seu site não oferece esses recursos, seus clientes ficarão insatisfeitos, e poderão não finalizar a compra, ou até buscar por algum concorrente.

Em um estudo realizado pela Aberdeeem Grour, foi diagnosticado que um visitante de e-commerce tende a abandonar o site se depois de três segundos não conseguiu encontrar aquilo que busca.

Por isso é imprescindível ficar sempre atento para que seu e-commerce tenha um bom funcionamento, evitando que você perca dinheiro.

Faça um diagnóstico do funcionamento de seu site e busque um profissional para corrigir possíveis erros. Assim, você irá gradativamente melhorar o desempenho da plataforma.

2. Não ter suporte mobile

A tendência do uso de dispositivos móveis para realizar compras é de crescer cada vez mais, logo não ter um site que seja responsivo e se adapte à variedade de dispositivos é um grande erro. Dessa forma, você está deixando de atender uma grande parte de compradores que utilizam esses meios para acessar lojas online.

O Google, inclusive, não mostra sites que não sejam responsivos em resultados de busca feitos por dispositivos mobile. Lojas que não estão adaptadas, estão perdendo clientes.

Na hora de contratar uma plataforma para seu e-commerce, certifique-se de que ela oferece suporte para dispositivos móveis.

3. Falta de gestão das informações

Não gerenciar as informações do seu e-commerce é um gargalo no seu negócio, uma vez que se torna mais difícil manter uma organização a respeito das informações importantes que giram em torno de seu negócio.

Com a gestão do conhecimento no seu e-commerce você terá controle de todas as informações sobre seu negócio, podendo registrar todos os conhecimentos que adquirir no dia-a-dia na empresa, seja com dúvidas, reclamações ou sugestões. Ainda, facilitará o entendimento de novos colaboradores que você possa ter no seu negócio, afinal ele terá disponível todo conhecimento que precisa ter para realizar suas tarefas de forma mais eficiente.

Fazendo uma gestão de conhecimento, você terá mais assertividade na hora de tocar o seu negócio. Ainda, irá evitar desperdício de tempo e dinheiro com dúvidas frequentes do dia-a-dia e irá evitar o retrabalho de seus colaboradores, uma vez que todos os procedimentos estarão previamente adicionados à base de conhecimentos do seu negócio, evitando erros durante o percurso da sua equipe.

Existem plataformas específicas que podem ser utilizadas para desenvolver um processo de gestão de conhecimento na sua empresa, como o Pulpo, Guru e Answerhub.

4. Não ter um bom relacionamento com o cliente

Para você lucrar com sua loja, você precisa de clientes e para conquistá-los é fundamental oferecer um bom atendimento.

Geralmente, as dúvidas dos clientes são semelhantes, e para não acabar sendo desgastante a frequência de repetições das dúvidas, você pode montar em uma base de conhecimento – é como um pequeno FAQ com as dúvidas frequentes do clientes seguidas das respostas – assim ficará mais fácil de responder às dúvidas que são enviadas ao seu suporte.

Você ainda tem a opção de utilizar ferramentas de atendimento virtual, porém para dúvidas e problemas mais complexos, é fundamental ter uma pessoa disponível para resolver as situações que surgirem.

5. Falta de investimento em publicidade

Segundo um estudo realizado pelas empresas Hootsuite e We Are Social em janeiro de 2017, a população mundial estava estimada em 7.476 bilhões. Desses, cerca de 40% seriam usuários ativos em mídias sociais.

Logo, é fundamental que sua empresa esteja ativa também. Porém, não adianta apenas estar presente nas redes sociais. É necessário realizar um planejamento baseado no seu principal público-alvo, e a partir disso definir quais os melhores canais que você precisa fazer parte e que tipo de conteúdo produzir para seu público ver.

E claro, é necessário, também, investir dinheiro para receber visitas de novos possíveis clientes.

Uma dica é investir em produção de conteúdo, pois as pessoas estão em busca de informações e conhecimento, e se você oferecer isso para seu cliente, vai se tornar referência, ficando na frente de seus concorrentes na mente daquele cliente. Além disso, estará engajando as pessoas com a sua marca, tornando mais fácil que elas realizem uma compra em sua loja.

Apenas divulgar sua marca e suas promoções poderá não trazer o resultado desejado. É importante lembrar que todo plano deve ser voltado ao seu público-alvo, para, assim, lhe entregar aquilo que busca.

Busque um profissional que irá realizar um planejamento de marketing para juntos decidirem quais as melhores estratégias para atingir seu público.

Conclusão

Não atender a esses pontos são prejudiciais para sua geração de receita. Porém, eles podem ser facilmente evitados ou corrigidos.

É importante fornecer uma ótima experiência para seu usuário quando ele estiver navegando pelo seu e-commerce, com um site rápido e intuitivo, que forneça um suporte completo para dúvidas.

Um layout fácil, com as informações claras também estimulam que o usuário permaneça no seu e-commerce.

Se você for se dedicar a gerenciar as informações importantes para o funcionamento da sua loja online e de sua equipe, sempre que houver algum problema que poderia atrasar a melhora da sua plataforma, será mais fácil e rápido de encontrar a solução, pois todas as informações estarão centralizadas em apenas um local.

Com pequenos cuidados nas funcionalidades da sua loja online e uma boa gestão das informações e da sua equipe, você estará no caminho certo para fazer seu e-commerce escalar.

Este artigo foi escrito pela Pulpo.

Ariane G.

Ariane é jornalista, analista de conteúdo & SEO na Hostinger Brasil e tem o papel de contar para todo mundo o poder transformador da internet. Com foco em otimização, produção para web e técnicas de SEO, divide os dias entre pesquisas de palavras-chave e passagens aéreas (ela ama viajar).

Deixe um Comentário

Deixe seu comentário!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Comece a Economizar Agora!

Hospedagem com tudo incluso e nome de domínio
2
95
/mês

Cadastre-se

Receba nossos conteúdos e novidades direto no seu e-mail!

 

Estamos cadastrando...

Pronto! Obrigado por se inscrever!

[href]
[href]