Linux

Comando Tee Linux e Exemplos

comando tee linux e exemplos

O comando tee Linux lê a entrada padrão e a grava em um ou mais arquivos. No redirecionamento de uma saída comum, as linhas de comando serão escritas em um arquivo, mas não poderão ver as saídas no mesmo momento. Usando o comando tee nós conseguimos isso! E é por isto que neste tutorial, vamos mostrar todos os comando tee Linux básicos para começar. 

Esse comando é comumente usado em scripts de shell para mostrar o progresso de um processo durante a saída das mesmas entradas do arquivo de log. Melhore suas habilidades com VPS com isso!

Comando Tee Linux – Sintaxe e Usos

Se você quer começar a usar o comando Linux Tee, deverá acessar seu VPS usando o SSH. Se você está tendo problemas, confira nosso tutorial do PuTTY.

A sintaxe básica para este comando é:

wc -l file1.txt | tee file2.txt

O comando acima verificará a linha do arquivo file1.txt, gerar o resultado no terminal e salvar no file2.txt.

Enviar o Comando Tee Linux para Outros Comandos

Ao usar o comando tee do Linux, obtemos uma saída no terminal, que podemos canalizar para outro comando para processamento. O seguinte comando irá listar os arquivos dentro da pasta e usar o primeiro pipe irá gravar a saída para o arquivo test.txt e passar a saída para o terceiro comando – grep para identificar os arquivos com a string py neles:

ls | tee test.txt | grep ‘py’

Outras Operações do Comando Linux Tee

Se você quer aprender mais recursos interessantes com comandos tee Linux, você deverá saber como abrir este manual. Isto fará com que use a sintaxe correta de forma mais fácil. 

A maioria dos usuários tende a copiar e colar os comando no terminal, mas insistimos que você invista tempo para digitá-los. Você então terá familiaridade com eles e entenderá o comando tee, assim como qualquer outra sintaxe de comando da melhor forma. 

Para abrir a documentação você pode usar:

tee --help

Todo comando vem com uma versão informacional. Isso poderá ser checado com:

tee --version

Por padrão, o comando tee Linux irá escrever sobre o arquivo a saída do comando inicial. Que pode ser substituído usando a opção -a switch.

ls | tee –a file.txt

Com o comando tee Linux nós também podemos salvar a saída do comando em múltiplos arquivos. O uso desta opção é para processar a saída do comando diversas vezes em um script de shell. 

ls | tee file1.txt file2.txt file3.txt

Como com os comandos padrão, anexando >, os erros e os stdout são tratados de forma diferente no tee. As pipes regulares | salvarão somente as saídas padrão dos arquivos, e se precisamos de ambos, saída padrão e saída de erro, precisamos usar |& com o comando tee linux.

Cópia de saída normal padrão:

command  > file.txtA forma regular de redirecionar a saída padrão
command  | tee file.txtUsando tee para substituição
command  | tee -a file.txtUsando tee com apêndice

Ambos saída de erro e saída padrão:

command  &> file.txtO caminho comum para redirecionar a saída padrão e saída de erro
command  |& tee file.txtUsando tee para substituir
command  |& tee -a file.txtUsando tee com acréscimos

Escrever arquivos usando privilégios elevados no editor vim é outra vantagem do comando tee. Em um ambiente altamente seguro, as operações normais do Linux são realizadas usando usuários não privilegiados. Para executar tarefas administrativas com privilégios de administrador, usamos o comando sudo.

Algumas vezes, precisamos editar os arquivos que precisam de privilégios de administrador.

Abandonar as alterações e reabrir um arquivo usando os privilégios necessários com o sudo é uma das opções. Se estivermos usando o comando tee, podemos evitar essa situação gravando o arquivo no próprio estágio inicial sem abandonar as alterações usando a opção de privilégio elevado. Ao escrever no editor vim, a sintaxe seria a seguinte:

:w !sudo tee %

Conclusão 

O comando tee do Linux é um utilitário prático para instalar scripts e, infelizmente, raramente é conhecido pelos administradores do sistema. Depois de entender o uso desse comando, você certamente o usará em vez do redirecionamento de saída usando >. 

Boa sorte ao melhorar seu projeto! Vejo você no próximo tutorial.

Ariane G.

Ariane é jornalista, analista de conteúdo & SEO na Hostinger Brasil e tem o papel de contar para todo mundo o poder transformador da internet. Com foco em otimização, produção para web e técnicas de SEO, divide os dias entre pesquisas de palavras-chave e passagens aéreas (ela ama viajar).

Deixe um Comentário

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comece a Economizar Agora!

Hospedagem com tudo incluso e nome de domínio
1
45
/mês