Como Migrar o Meu Site sem ter Downtime?

Como Migrar o Meu Site sem ter Downtime?

O maior risco envolvendo migração de sites é, sem dúvidas, o downtime. Ele pode afetar drasticamente o tráfego e as conversões do seu site, sem falar no impacto que ele causa na reputação da sua marca.

As pessoas podem achar que o seu site não existe mais se tentarem acessá-lo e descobrirem que ele está fora do ar. Quanto mais tempo seu site estiver inacessível, maiores as chances de perder um potencial cliente.

Felizmente, há uma maneira de migrar seu site sem que ele tenha um downtime. Basta seguir os passos a seguir.

1. Não Cancele Seu Plano de Hospedagem Atual de Imediato

É normal querer cancelar o plano de hospedagem atual logo quando decidimos migrar nosso site, mas o cancelamento imediato pode não ser uma boa. Bem, pode até parecer uma ótima opção quando seu provedor de hospedagem oferece um serviço de péssima qualidade e não atende inteiramente às suas expectativas.

Por mais que pareça ser a coisa certa a se fazer, cancelar seu plano de hospedagem atual antes de completar a migração fará com que  seu site fique indisponível, além de perder todos os arquivos e outros dados importantes do seu site.

Antes de cancelar seu plano, prepare tudo e realize a transferência de sites para evitar todos esses transtornos. Somente quando a migração for concluída é que você pode dar adeus ao seu provedor de hospedagem atual.

2. Escolha um Provedor de Hospedagem Confiável

Independente do motivo que te levou a transferir o seu site, a escolha de um provedor de hospedagem confiável faz toda a diferença. Migrar um site exige esforços e leva tempo. O processo de migração é estressante, portanto, o ideal é que você passe por ele apenas uma vez, no máximo duas.

Por isso é tão importante escolher bem seu provedor de hospedagem. Certifique-se de que ele ofereça os recursos necessários, atenda a todas as suas exigências no momento e que seja capaz de oferecer planos melhores de acordo com o crescimento do seu site.

Por exemplo, a Hostinger oferece uma variedade de planos de hospedagem para garantir um serviço adequado às necessidades dos nossos clientes. Todos os nossos planos têm recursos suficientes para proporcionar uma excelente velocidade de carregamento e 99,99% de Uptime garantido.

Nossos planos de hospedagem custam a partir de R$7,99/mês e você pode fazer o upgrade facilmente, basta entrar em contato com nossa Equipe de Sucesso do Cliente a qualquer momento.

3. Comece o processo de migração

Existem três formas de migrar seu site, cada uma delas depende das suas habilidades técnicas, preferências e das ferramentas disponíveis. Todas as três funcionam muito bem,  o que muda é só a forma como são feitas.

Utilize um dos três métodos abaixo para fazer a migração bem sucedida do seu site:

  1. Migração manual de site. Use uma FTP cliente, como o FileZila, para auxiliar na exportação e importação dos arquivos do seu site. Esse método exige conhecimento e habilidades técnicas. Você pode ver como executá-lo com este tutorial de migração manual de site.
  2. Usando um plugin de migração. Se você não se sente seguro o bastante para lidar com a parte mais técnica do seu site, use um plugin de migração para te ajudar durante o processo. Existem diversas opções de excelentes plugins para ajudar você a migrar seu site de forma rápida e eficiente.
  3. Migração automatizada de site. Os melhores provedores de hospedagem de sites oferecem um serviço automatizado de migração de sites. Usando este método, tudo o que você precisa fazer é fornecer suas informações de registro e esperar que elas façam todo o trabalho pra você.

Qualquer que seja o método que você escolhido, o resultado é o mesmo: um site funcionando perfeitamente,  com pouquíssimas coisas (caso haja) para configurar e ver como tudo estava antes da migração.

4. Atualize os Nameservers dos Domínios

Concluída a transferência, o último passo é apontar seu domínio para o novo provedor de hospedagem. Se você não o fizer, seu site ficará inacessível assim que seu provedor de hospedagem antigo cancelar sua assinatura.

Felizmente, a atualização dos nameservers do domínio não exige tanta habilidade ou conhecimento técnico, basta fazer algumas alterações nas configurações. O apontamento é feito em duas etapas simples, como mostra este guia prático de atualização de nameserver. Deixe para cancelar seu plano de hospedagem atual somente quando tudo estiver pronto e configurado. Lembre-se de que as mudanças levarão alguns dias úteis para serem totalmente aplicadas. Afinal, melhor ter paciência para aguardar que o processo seja concluído que arriscar ter downtime

Author
O autor

Bruna Vidanya

Bruna Vidanya é estudante de Letras Tradução Inglês na Universidade de Brasília, e trabalha como tradutora na Hostinger Brasil. Já estagiou como tradutora no Senado Federal e teve sua primeira tradução de um livro infanto-juvenil publicada pela Livraria Senado Federal. É apaixonada por tecnologia e agora demonstra sua paixão escrevendo artigos para o blog da Hostinger com muito carinho. Nas horas vagas, Vidanya ama ficar com seus dois cachorrinhos, Madonna e Snoop, ver séries (as sitcoms são suas favoritas). Um fato curioso sobre a autora: seu primeiro bichinho de estimação foi um galo Garnisé, chamado Chico Liro.