O Que é SEO? Conheça as Melhores Práticas para Chegar ao Topo dos Rankings em 2021

O Que é SEO? Conheça as Melhores Práticas para Chegar ao Topo dos Rankings em 2021

SEO significa search engine optimization, que representa a prática de otimizar as páginas do seu site para ranquear melhor nas páginas de resultados do mecanismo de pesquisa (SERPs).

O SEO também serve como uma estratégia de marketing confiável e barata para ajudar você a trazer tráfego para o seu site e aumentar suas taxas de conversão.

Para melhor entender o que é SEO, este artigo vai falar sobre o básico sobre mecanismos de busca e SEO, explicar como os algoritmos de pesquisa funcionam e quais fatores influenciam o ranqueamento do seu site.

No final deste artigo, você também vai encontrar as melhores práticas de SEO e uma quantidade abrangente de recursos para expandir o seu conhecimento sobre o tema.

SEO x SEM: Qual a Diferença?

Search engine optimization (SEO) e search engine marketing (SEM) são estratégias de marketing que as empresas usam para alcançar sua audiência através de resultados de busca.

A diferença chave é que o SEO foca em otimizar as páginas para que elas ranqueiem melhor através de tráfego orgânico. Isso se refere a visitantes vindos de motores de busca como Google ou Bing.

Enquanto isso, o SEM usa estratégias pagas para aumentar a visibilidade do site nos mecanismos de busca. O visitantes do tráfego pago vêm de cliques em anúncios gerados no Google Ads ou outras plataformas.

O SEO leva algum tempo para retornar resultados consistentes e duradouros, enquanto o SEM têm efeitos quase instantâneos. Você rapidamente verá quantos cliques e conversões suas propagandas estão gerando nos motores de busca.

Apesar de serem diferentes, o SEO e o SEM andam lado a lado. Uma bota fundação de SEO é necessária para uma estratégia bem-sucedida de SEM.

Você pode otimizar as suas landing pages com palavras-chave para melhorar o seu Índice de Qualidade no Google e melhorar a visibilidade do seu site.

Quais Fatores que Influenciam o SEO são Mais Importantes?

Como o motor de busca mais popular, o Google processa mais de 6,5 bilhões de buscas por dia. Portanto, ranquear melhor nos resultados de pesquisa do Google traz um potencial significativo de tráfego para o seu site.

É por isso que é essencial se manter atento aos fatores de ranqueamento do Google. Esses fatores estão evoluindo de maneira constante junto dos algoritmos de busca da empresa. Eles ajudam a entregar o conteúdo mais relevante para uma melhor experiência de usuário.

Aqui estão os fatores de ranqueamento mais importantes que você precisa saber, desde o tempo de carregamento até a segurança do site:

  • Velocidade do site. Ela define a quantidade de tempo que leva para uma página da internet ser carregada. Uma página que carrega rapidamente pode ajudar o seu site a ranquear melhor nos mecanismos de busca. Monitore regularmente o desempenho do seu site e use ferramentas de análise de velocidade como o Google PageSpeed Insights e o Pingdom Speed Test para ter uma ideia de como o seu site está se saindo.
  • Compatibilidade com mobile. Um design responsivo automaticamente ajusta elementos do site para que ele se encaixe em diferentes tamanhos de tela, oferecendo uma experiência ideal para os visitantes través de diversos dispositivos. Páginas de sites responsivos e amigáveis para mobile vão aparecer melhor posicionadas nos resultados de busca. Use o Teste de Compatibilidade com Dispositivos Móveis da Google para medir a usabilidade do seu site.
  • Conteúdo de alta qualidade. Ofereça informações factuais e relevantes para responder buscas específicas. O Google avalia o tamanho do conteúdo, sua estrutura, palavras-chave relevantes e as informações contidas no texto. Sempre crie conteúdo único e original para atrair mais visitantes e aumentar a visibilidade do seu site.
  • Backlinks. Também conhecidos como links de entrada, eles são links posicionados em outros sites e que apontam para uma página sua, servindo como um indicador de autoridade. Quando um site inclui um link seu no conteúdo deles, ele está marcando o seu site como uma fonte relevante. Páginas com backlinks de alta qualidade vindos de sites de boa credibilidade pode ranquear mais alto nos resultados de busca.
  • Experiência de usuário. O Google mede a experiência de usuário através de múltiplos sinais, incluindo taxa de rejeição e tempo de permanência. Quando os visitantes vão parar num site e saem logo em seguida, o Google vai considerar o site como irrelevante. Consequentemente, se os visitantes ficam um tempo lá, isso é um sinal de que o site oferece informações valiosas.
  • Segurança do site. Envolve todas as ações para proteger um site e seus visitantes de ataques virtuais. Portanto, o Google prioriza sites com a segurança do HTTPS. Enquanto isso, um site sem esse protocolo é marcado como não seguro e provavelmente vai espantar seus visitantes. Como segurança é uma grande prioridade para todos os usuários da internet, é essencial adicionar um certificado SSL ao seu site.

Como o SEO Funciona?

O Google e outros sites de busca funcionam para coletar, organizar e exibir informações relevantes para responder a pesquisas dos usuários. Para fazer isso, eles passam por três processos primários, incluindo:

  • Crawling. Mecanismos de busca dependem de uma equipe de web crawlers, também conhecidos como spiderbots ou simplesmente bots, para encontrar conteúdo atualizado na internet. Os web crawlers ajudam a descobrir e coletar as informações necessárias para indexar uma página.
  • Indexação. Refere-se ao processo onde mecanismos de busca armazenam e organizam as páginas coletadas na internet. Assim que os web crawlers encontram informação num site, como palavras-chave e conteúdo frescos, eles vão adicionar aquela página para o índice de buscas. Quando os usuários consultam informações relevantes, o mecanismo de pesquisa vai buscar o site indexado.
  • Ranqueamento. Páginas da web do índice de buscas então serão exibidas nos resultados de pesquisa, ranqueadas do conteúdo mais relevante para o menos relevante.

O SEO melhora a sua presença na internet ao fazer com que o seu site seja mais atraente para mecanismos de busca. Em outras palavras, ele funciona para determinar o quão bem o seu site vai passar por uma série de passos, desde o crawling até o ranqueamento

Por exemplo, posicionar links internos bem estruturados nos seus conteúdos faz com que fique mais fácil para os web crawlers pularem de uma página para a outra. Isso permite que eles explorem o seu site de maneira profunda, indexando mais dos seus conteúdos.

Além disso, os algoritmos dos sites de busca também vão considerar uma série de fatores de ranqueamento, como palavras-chave relevantes, qualidade de backlinks e o quão atualizado é o conteúdo.

Portanto, otimizar o conteúdo do seu site com esses fatores em mente pode melhorar significativamente os seus resultados de busca.

Quais são os diferentes tipos de SEO?

Abaixo, você vai encontrar uma breve visão geral dos quatro principais tipos de SEO, junto dos seus alvos principais.

SEO On-pageSEO Off -pageSEO TécnicoSEO Local
Conteúdo do SiteLink buildingVelocidade do SitePalavras-chave Locais
Otimização de palavras-chaveMarketing de influenciadoresSchema markupPerfil de negócios
Tags de títuloRedes sociaisLinkagem internaAvaliações de clientes
Alt text das imagensFórunsCertifciado SSLConteúdo local

Para lhe dar um entendimento melhor de SEO, as próximas seções vão tratar dos definições de cada um desses tipos, como eles funcionam e a sua implementação.

SEO On-page

O SEO on-page se refere ao processo de otimização de páginas individuais de um site para aumentar o seu ranqueamento nos resultados de busca orgânica.

Esse tipo de SEO foca tanto no conteúdo da página quanto no código-fonte HTML, que inclui tags de título, de cabeçalho e de meta descrição — para que ela tenha apelo tanto para usuários da web quanto para os crawlers dos sites de busca.

O SEO on-page também ajuda a organizar o seu conteúdo para que os web crawlers dos mecanismos de pesquisa possam facilmente analisar sobre o que é o seu conteúdo e indexá-lo para pesquisas relevantes.

Para guiar você na otimização on-page para SEO, nós reunimos algumas das principais práticas das quais você precisa saber:

  • Conteúdo do site. O Google usa um framework conhecido como E-A-T (expertise, autoridade e confiabilidade) para avaliar a qualidade dos conteúdos, das páginas e dos sites. Ele favorece conteúdo de alta qualidade vindo de autores confiáveis e sites de maior credibilidade. Portanto, para ranquear melhor nos resultados de busca, você vai querer garantir que o seu conteúdo atenda a esses critérios.
  • Otimização de palavras-chave. Posicionar palavras-chave no seu conteúdo ajuda o algoritmo de buscas a identificar o tipo de informação que ele oferece. Execute uma busca de palavras-chave com ferramentas de SEO como o Ahrefs Keywords Explorer ou o Planejador de Palavras-chave da Google para encontrar uma palavra-chave alvo e construir seu conteúdo ao redor dela. Contudo, assegure que a distribuição de palavras-chave será natural para evitar uma penalidade do Google por keyword stuffing.
  • Tag de Título. Também conhecido como título da página, ele aparece para as pessoas como um link clicável nas páginas de resultado de buscas. Ele determina a relevância da página para a intenção de busca do usuário. Um título bem escrito vai gerar mais cliques e trazer mais tráfego para um conteúdo. Ademais, mecanismos de pesquisa como o Google preferem um título conciso que use palavras-chave, fazendo essas páginas ranquearem mais altos nos resultados orgânicos.
  • Tags de cabeçalho. Quebrar o seu conteúdo em pedaços com tags de cabeçalho proporciona uma melhor experiência de usuário e faz com que seja mais fácil para os web crawlers indexarem a sua página. Quando os usuários digitam seus termos de busca, o mecanismo de pesquisa vai procurar por qualquer informação relevante e usará essas tags como guia.
  • Alt text da Imagem. O texto alternativo é um atributo que descreve uma imagem específica que um site não pode exibir, e é útil para usuários com deficiência visual. Leitores de tela usam informação de alt ext para descrever a imagem. Ela informa ao mecanismo de busca que a imagem é uma peça de conteúdo valiosa para a sua página. Isso traz oportunidades de ranqueamento adicionais para a sua página já ela pode aparecer nos resultados do Google Imagens.
  • Meta descrição. Se refere àquela descrição curta da página que aparece no resultado de pesquisa, que aparece como um recorte junto do título da página e da URL. As meta descrições incluem palavras-chave e descrevem de maneira precisa a informação que a página oferece. Caso o conteúdo satisfaça a intenção de busca, uma boa meta descrição pode gerar mais cliques e reduzir a taxa de rejeição.

SEO Off-page

O SEO off-page se refere a quaisquer atividades executadas fora de um site para melhorar o seu ranqueamento nos resultados de pesquisa. Ele dá uma indicação para o mecanismo de pesquisa do quão bem o público percebe um site, uma empresa ou um produto.

Como resultado, uma estratégia de SEO off-page bem construída pode ajudar o seu site a aumentar a autoridade das suas páginas e ranquear melhor nos resultados de busca.

Veja alguns fatores de SEO off-page que você deve ter em mente:

  • Link building. Se refere ao processo de conquistar links que vêm de outros sites para o seu site. O algoritmo da Google depende bastante dos links. Cada link que você recebe serve como um voto de confiança para o seu site. Contudo, sempre valorize qualidade sobre quantidade e garanta que só vai obter links de alta qualidade vindos de sites confiáveis.
  • Marketing em redes sociais. Construir uma presença forte em redes sociais é algo importante para o seu negócio. Ele serve como um recurso para os usuários checarem a sua reputação. Postar conteúdos engajantes nas redes sociais ajuda você a alcançar um público mais amplo. Além disso, quando o seu conteúdo conseguir tráfego de todo o planeta, o mecanismo de busca vai ver que o seu site é confiável.
  • Contato com influenciadores. Estabelecer relações com marcas ou pessoas influentes é uma excelente maneira de construir consciência de marca. Quando é feito do jeito certo, o marketing de influenciadores pode ajudar a endossar a sua marca e trazer novos públicos para o seu site. Deste modo, você pode obter mais tráfego e reconhecimento.
  • Fóruns. Fóruns como Quora, Reddit e Stack Overflow oferece uma ótima oportunidade de promover o seu site. Lá, você pode se engajar em conversas reais entre usuários ao responder perguntas, permitindo que você mostre sua expertise e credibilidade. Adicionalmente, você pode colocar um link para uma página no seu site, trazendo tráfego orgânico.

Apesar do link building ser o aspecto central dessa estratégia, toda atividade que acontece fora de um site é considerada SEO off-page — e você definitivamente não deve subestimar essas técnicas.

SEO Técnico

O SEO técnico é o processo de otimizar os aspectos técnicos do seu site para garantir que ele se encaixa nos critérios do algoritmo de determinado mecanismo de busca. Isso inclui otimização de velocidade, compatibilidade com dispositivos móveis e arquitetura de site.

A otimização do SEO técnico vai guiar um mecanismo de pesquisa tipo o Google para detectar e identificar as suas páginas com facilidade. Como um resultado, ele vai recompensar o seu site com um ranking maior nos resultados de busca.

O SEO técnico não apenas ajuda a melhorar os seus ranqueamentos, como ele também determina a sua experiência de usuário. Os usuários e os sites de busca preferem um site bem estruturado com um tempo de carregamento rápido e uma boa segurança — todos esses fatores essenciais do SEO técnico.

Existem diversos fatores de SEO técnico que você precisa considerar na hora de otimizar o seu site:

  • Tempo de carregamento da página. Um site com páginas que demoram muito para carregar terá maiores taxas de rejeição e ranqueará pior. Atitudes como uso de cache, compressão de imagens e a redução de redirecionamentos são algumas das maneiras efetivas de otimizar a velocidade. Adicionalmente, você pode usar ferramentas como GTmetrix e PageSpeed Insights para determinar quais componentes otimizar.
  • Schema markup. Se refere às tags que você pode adicionar no seu código HTML para ajudar um motor de busca a identificar melhor o seu conteúdo. Adicionar o schema markup vai melhorar as prévias das suas páginas nos resultados de pesquisa. Um exemplo disso é adicionar avaliações ou análises junto da meta descrição para deixar a página mais atraente. Isso pode trazer mais tráfego e melhorar a taxa de cliques do seu site.
  • Linkagem interna. Esse é o processo de posicionar hiperlinks que apontam para outras páginas do mesmo site. Ao utilizar links internos, os crawlers dos motores de busca vai encontrar e indexar mais páginas no seu site. Quando implementados corretamente, os links internos também podem melhorar a autoridade do seu site, melhorar a experiência de navegação e aumentar o tempo de permanência das suas páginas.
  • Sitemaps em XML. De maneira simples, um sitemap em XML é uma coleção das URLs das suas páginas. Ele serve como um mapa e permite que os crawlers dos mecanismos de pesquisa encontrem páginas importantes do seu site com maior agilidade. O plugin Yoast SEO oferece uma maneira fácil de construir um sitemap em XML para sites no WordPress. De modo alternativo, você pode usar geradores grátis como o InSpyder e o Screaming Frog.

SEO Local

O SEO local é a atividade de melhorar a visibilidade de empresas locais nos resultados de busca. Ele traz mais exposição e permite que os negócios promovam suas marcas, produtos e serviços para as comunidades locais.

Quando as pessoas pesquisam por “médicos perto de mim” ou “pet shops próximas”, os motores de pesquisa vão identificar a localização através do seu endereço de IP e apresentar resultados relevantes de acordo com isso. Para ter uma vaga nos resultados de busca locais, é necessário otimizar o seu SEO local.

O Google apresenta os resultados de pesquisa locais com um mapa seguido por três resultados de busca orgânicos. Por exemplo, quando os usuários pesquisam por “restaurantes em Florianópolis”, o resultado vai apresentar três negócios locais junto de uma prévia das suas localizações no Google Maps como o resultado principal .

pesquisa no google sobre restaurantes em florianópolis

Se você quiser destacar a sua empresa nos resultados de pesquisa locais, preste muita atenção nos diferentes aspectos do SEO local:

  • Perfil no Google Meu Negócio (GMN). O mapa exibido no topo dos resultados da busca local do Google vem de perfis do GMN. Você precisa primeiro criar uma conta. Preencha os campos com informações precisas e completas como o seu nome, endereço e número de telefone — pois esses dados servirão como fatores de ranqueamento. Adicionalmente, o Google também ranqueia um perfil do GMN com base na sua distância, na notoriedade e na relevância para a pesquisa feita pelo usuário.
  • Pesquisa de palavras-chave locais. Quando feito do jeito certo, incluir palavras-chave locais nas suas páginas pode trazer um impulsionamento nos SERPs. Faça uma lista das palavras-chave que descrevem os seus produtos e serviços, e então adicione modificadores baseados em localização. Uma ferramenta como o Ahrefs pode ajudar você a identificar o quão bem as palavras-chave se saem com base no seu volume de busca e na sua dificuldade.
  • Conteúdo localizado. Ao mirar num público-alvo específico, o conteúdo localizado pode ajudar a sua empresa a ter mais visibilidade. Crie conteúdo relevante para a sua região, que pode ajudar o seu site de negócios a melhorar a sua visibilidade. Escolha aqueles que vão se encaixar no seu nicho de negócio, não importa se são postagens em blogs, guias, estudos de caso ou recomendações.
  • Avaliações de clientes. Avaliações mostram que os clientes confiam na sua empresa, e a Google vai notar isso. Portanto, comece a encorajar os seus clientes e deixarem seus comentários. Você pode fazer isso ao enviar um email para eles ou oferecendo uma página de análises. Como o Google também considera avaliações vindas de terceiros, não se esqueça de monitorar as suas análises online.

Melhores Práticas de SEO: Maneiras de Melhorar seus Rankings no Google

Com tantos fatores influenciando o ranqueamento do seu site, é crucial implementar as melhores práticas de SEO. Aplicar estratégias erradas ou ultrapassadas não apenas vai atrapalhar os seus rankings como também pode impactar no seu tráfego e nas suas conversões.

Nós listamos algumas das melhores práticas para melhorar o seu SEO e manter você à frente dos concorrentes.

Mire em Palavras-chave de Cauda Longa

A pesquisa de palavras-chave é essencial para o processo de search engine optimization. Ela mostra tudo que você precisa saber, desde o que as pessoas estão buscando até as palavras-chave para as quais os seus concorrentes estão ranqueando. 

Portanto, é importante saber o que é uma busca de palavras-chave e executá-la de maneira eficiente.

Primeiramente, você precisa entender os diferentes tipos de palavras-chave de SEO:

  • Seed. As palavras-chave que definem o seu nicho e agem como a base para expandir o seu conteúdo, também conhecida como palavras-chave de foco. A palavra-chave pode ser simples como “café” ou “o que é SEO”.
  • Sinônimos. Palavras-chave com o mesmo significado, mas compostas de maneira diferente, atraindo resultados de pesquisa similares. Por exemplo, “como consertar fones de ouvido quebrados” pode ser mudado para “como reparar fones de ouvido quebrados”.
  • Cauda longa. Também conhecidas como long-tail, essas são compostas de frases mais longas e particulares que respondem a uma busca específica. Elas comumente consistem em frases de três ou mais palavras-chave, como “receita de cookies de chocolate sem glúten”.
  • Semanticamente relacionadas. Essas palavras-chave são relacionadas entre si pelo seu conceito. Por exemplo, “visitar São Paulo” é semanticamente relacionado com “passagens de avião para SP”  e “melhores destinos em SP”.

A chave para otimizar SEO com pesquisa de palavra-chave é mirar num tópico relevante para a sua indústria que tenha bom potencial de tráfego, enquanto tem em mente métricas como:

  • Volume de busca. Ele determina quantas pessoas estão buscando algo em específico num dado período de tempo, e é normalmente medido num nível nacional.
  • Dificuldade de palavra-chave. Também referida como concorrência de palavra-chave, esta métrica mede o quão difícil é para uma palavra-chave ranquear nos resultados de busca orgânicos do Google.

Felizmente, ferramentas de SEO como Ahrefs, SEMrush e o Planejador de Palavras-Chave do Google podem facilmente identificar essas métricas.

Se você quiser escrever um conteúdo sobre culinária, ao checar as palavras-chave de foco você perceberá que a maioria delas é altamente competitiva:

palavras-chave de foco no ahrefs

Se o seu site é novo e você está mirando na palavra-chave “cookies de manteiga de amendoim”, você não tem muita chance de ter um bom ranking no Google. Portanto, é muito melhor começar a listar palavras-chave de cauda longa como:

palavras-chave de cauda longa no ahrefs

Uma palavra-chave com alto volume de busca atrai mais tráfego orgânico, mas também é mais competitiva. Mirar em palavras-chave de alto volume significa competir com sites de maior qualidade que possuem maior autoridade.

Por outro lado, palavras-chave de cauda longa têm menos competição e vão permitir que você construa conteúdo altamente relevante para o seu público.

Comece ao melhorar o tráfego do seu site através de palavras-chave de cauda longa e construa sua estratégia de SEO a partir daí.

Faça seu Conteúdo Combinar com as Intenções de Busca

Algoritmos de motores de busca ajudam a apresentar resultados de pesquisa mais avançados para usuários com base no propósito da sua consulta.

Por exemplo, o algoritmo do Google não apenas dá aos usuários resultados de busca relevantes, mas também consegue determinar a sua intenção de busca específica.

Quando um usuário busca por “como parear uma caixa de som bluetooth da JBL”, o Google vai aprender os resultados de páginas ou vídeos que tenham instruções de algum tipo.

Enquanto isso, quando um usuário busca por “comprar uma caixa de som bluetooth da JBL”, o Google imediatamente mostrará páginas de eCommerce como os principais resultados.

pesquisa no google sobre como parear uma caixa de som bluetooth da jbl
pesquisa no google sobre comprar uma caixa de som bluetooth da jbl

Isso ocorre porque os algoritmos de busca podem detectar as quatro intenções de busca primárias e agir de acordo.

  • Informacional. Se refere aos usuários que querem saber ou aprender sobre algo. As buscas por esse tipo de intenção incluem, mas não estão limitadas a, frases como “quem é”, “o que é” ou “como fazer”
  • De navegação. Usuários com essa intenção estão procurando visitar sites específicos. Ao invés de digitar a URL na barra de endereços, os usuários escolhem navegar através do Google. Alguns exemplos de buscas nesse sentido incluem “login Reddit”, “Facebook” e “Spotify”.
  • Comercial. Usuários geralmente conduzem essa busca antes de fazer uma compra. Eles investigam e comparam múltiplas marcas, produtos ou serviços para encontrar a melhor opções. Uma pesquisa comum para esta intenção de busca é algo tipo “laptops gamer 2021” ou “melhores restaurantes perto de mim”.
  • Transacionais. Essas pesquisas estão procurando um produto ou serviço específico para comprá-lo ou contratá-lo. As buscas comumente incluem nomes de marca, como “comprar Samsung Galaxy S21” ou “Air Jordan Retro à venda”.

Por exemplo, para ranquear para uma palavra-chave como “produtos naturais de limpeza para o rosto”, você precisa criar um conteúdo para uma intenção informacional. Foque em responder possíveis perguntas relacionadas com a indústria, escrever sobre os benefícios de produtos naturais, dicas para limpar a pele ou produtos naturais de limpeza para o rosto feitos em casa.

Contudo, isso é diferente de quando você quer ranquear para “melhores webcams para streaming”. Os usuários dessa intenção apenas querem comparar as melhores webcams para fazer transmissões. Portanto, essa consulta pertence à intenção comercial.

Com isso em mente, a melhor prática de SEO é alinhar o seu conteúdo para se adequar a vários tipos de intenção. Resumindo, identifique o que os seus usuários querem e oferece as respostas para eles.

Inclua a Palavra-Chave nas Tags de Título

Uma tag de título é crucial para o seu site. Ela oferece um insight para os usuários de que o conteúdo trata e os ajuda a ver por que o artigo é relevante para as suas pesquisas.

Os usuários querem encontrar páginas da web que mostrem palavras-chave relevantes para as suas consultas. É por isso que a Google pede que você crie bons títulos e snippets para os resultados de busca.

Quando você otimiza uma tag de título para uma palavra-chave, isso dá mais oportunidades para o motor de pesquisa descobrir o seu site e ranqueá-lo melhor.

Por exemplo, os principais resultados para “como aumentar a produtividade no trabalho” contêm uma palavra-chave específica.

pesquisa no google sobre como aumentar a produtividade no trabalho

A chave é posicionar a sua palavra-chave principal no começo do título. Isso não apenas vai chamar a atenção dos usuários, como também vai ajudar os mecanismos de busca a determinar sobre o que é a página.

Contudo, garanta que o posicionamento da palavra-chave soe natural e evite encher o título de palavras desnecessárias.

Além de otimizar as suas tags de título, também é importante escrever meta-descrições. Isso permite que você reflita sobre o que é o conteúdo e convença os visitantes a clicarem na sua página.

Algumas dicas de SEO para tomar nota são manter as descrições por volta de 150 caracteres, usar a voz ativa e fazer com que ela convide o usuário a agir.

Se você usa o WordPress, o plugin Yoast SEO oferece sugestões para tags de título e descrições, junto de um editor de snippet que permite ver uma prévia de como a sua página aparecerá no Google.

Backlinks de autoridade se referem aos links vindos de sites de boa reputação. O algoritmo do Google vê os backlinks como votos de confiança no seu site e considera a autoridade do domínio da fonte para validá-los.

A quantidade certa de backlinks de autoridade vai trazer mais benefícios do que ter links excessivos vindos de sites de spam.

Backlinks de alta qualidade ajudam os seus rankings de SEO, enquanto backlinks de baixa qualidade podem atrapalhar a credibilidade do seu site.

Aqui estão algumas dicas de SEO para conquistar backlinks de qualidade para o seu site:

  • Escreva conteúdo de qualidade. Oferecer um conteúdo abrangente e informacional no seu site é fundamental. Isso ajuda outros sites a julgarem a sua autoridade e determinarem se vale a pena enviar um link para a sua página.
  • Faça guest posts. Isso se refere à prática de escrever uma postagem de blog para outro site. Em retribuição, eles permitem que você adicione backlinks no post ou na seção de biografia do autor. Adicionalmente, você pode obter reconhecimento de marca e maior exposição a um público maior, gerando mais tráfego orgânico para o seu site.
  • Analise os backlinks dos seus concorrentes. Manter um olho nos concorrentes permite que você identifique os sites que têm maior chance de oferecer links para o seu. Ferramentas como o Monitor Backlinks e o Ahrefs Link Intersect vão permitir que você monitore oportunidades de backlink. Uma vez que você tenha listado os sites possuem links para os seus competidores, entre em contato com os donos dessas páginas e tente convecê-los a linkar para o seu site.
  • Link building de links quebrados. Essa técnica envolve encontrar erros HTML 404 num site e notificar o seu proprietário. Isso permite que você sugira o seu site como um recurso para substituir o link quebrado. Você pode usar o Ahrefs Broken Link Checker para procurar e identificar links quebrados na internet.

Prepare-se para o Novo Algoritmo

A Google introduziu um novo algoritmo de pesquisa chamado experiência na página. Ele se refere a um conjunto de sinais que medem a experiência de usuário quando se interage com uma página da web.

A experiência na página inclui fatores existentes de SEO como compatibilidade com dispositivos móveis, segurança do site e velocidade da página. Ela também usa o Core Web Vitals, um conjunto de métricas que medem o tempo de carregamento, a interatividade e a estabilidade visual.

Essas métricas incluem:

  • Maior Exibição de Conteúdo (LCP) – relata a quantidade de tempo necessária para que o maior conteúdo da página seja carregado, incluindo imagens e vídeos. O tempo de carregamento ideal é de 2,5 segundos.
  • Latência na primeira entrada (FID) – mede o tempo a partir do momento em que um usuário interage com uma página pela primeira vez, como clicar num link ou apertar um botão, até quando o navegador processa essa solicitação. O FID sugerido é de menos de 100 milissegundos.
  • Mudança de layout cumulativa (CLS) – conta o número total de mudanças inesperadas de layout numa página durante a fase de carregamento. Ele evita que os usuários cliquem em elementos que mudaram de posição subitamente. Para a melhor experiência de usuário, um site deve ter um placar de CLS de menos de 0,1

Agora que você sabe quais componentes estão envolvidos na futura atualização do algoritmo de busca, aqui estão algumas dicas que você pode seguir para preparar o seu site para a nova atualização:

  • Identifique e arrume problemas de usabilidade. Usabilidade se refere à facilidade de uso de um site. Use ferramentas de mapa de calor de página como o Crazy Egg e o Hotjar para aprender como os visitantes engajam com o seu site. A ferramenta destaca quais partes recebem mais atenção e onde é mais provável que os visitantes ficarão presos, permitindo que você melhore a estrutura da sua página e ofereça uma melhor experiência de usuário.
  • Habilite navegação segura. O Google elimina sites potencialmente nocivos dos seus resultados de busca. Ele mantém os visitantes longe de sites maliciosos e de conteúdo enganoso. Acesse o Relatório de Problemas de Segurança do Google Search Console para garantir que as suas páginas não possuem qualquer erro de segurança. Isso ajuda a detectar conteúdo hackeado, malware e ataques de phishing.
  • Otimize para dispositivos móveis. Um design responsivo ajusta automaticamente os elementos do site para se encaixar em diferentes tamanhos de tela. Isso proporciona uma experiência ideal para visitantes em diferentes dispositivos, desde desktops até smartphones. Algumas boas abordagens incluem aplicar um layout fluido para o seu design e eliminar pop-ups que abrem novas janelas.

Por que o SEO é Importante?

A pesquisa orgânica gera cerca de 53,3% de todo o tráfego de um site, se tornando numa parte crucial do marketing online. O tráfego orgânico traz um grande prospecto de transformar visitantes em compradores ou membros do seu negócio.

Contudo, direcionar tráfego orgânico para o seu site não é fácil, e é aqui que o SEO entra em jogo. Com o SEO, você pode otimizar diferentes partes do seu site e da sua página para se encaixar em diversos critérios dos algoritmos de busca, que estão sempre mudando.

O SEO oferece uma série de estratégias para focar em aumentar a visibilidade de um site nos mecanismos de busca. Quanto mais alto for o seu ranking, mais tráfego o seu site terá.

Otimizar o SEO do seu site pode dar mais exposição para a sua marca e possivelmente até aumentar as suas vendas e as suas receitas.

Adicionalmente, o algoritmo do Google leva diversos fatores de SEO em conta na hora de ranquear sites em seus resultados.

Se um site consegue obter uma posição no topo das páginas de resultado, isso pode ajudar a estabelecer a sua marca e aumentar a confiança e a credibilidade no seu negócio.

Onde Aprender mais Sobre SEO?

Aprender sobre SEO a partir do zero requer muito tempo e paciência. Além de entender o básico de SEO, você precisará de recursos para aprender o fundamental sobre marketing digital e sobre como mecanismos de busca funcionam.

Para ajudar você a começar, nós listamos alguns dos melhores recursos disponíveis para aprender SEO:

  • Blog da Central de Pesquisa Google. Este blog o mantém atualizado sobre o algoritmo do Google, que está sempre mudando. Ele oferece documentação sobre os fatores mais recentes de SEO, as tendências, as práticas e novos recursos de busca do Google — além de atualizações de núcleo.
  • Ahrefs. O blog do Ahrefs oferece uma ampla seleção de guias e artigos sobre marketing e SEO. Ele oferece conteúdo atualizado e relevante escrito por especialistas em SEO e profissionais de marketing.
  • MOZ. Além de oferecer ferramentas e software de SEO, o Moz tem um blog abrangente e um centro de aprendizado. Ele oferece tudo, desde conselhos de especialistas em SEO até dados recentes do mercado e insights para melhorar suas habilidades de marketing.
  • Search Engine Journal. Esta plataforma online oferece as mais recentes notícias de SEO, análises e guias escritos por especialistas em marketing e SEO. O conteúdo vai desde dicas de SEO para iniciantes até práticas e estratégias aprofundadas. Adicionalmente, o site oferece vários recursos, desde eBooks, podcasts e webinars.
  • Search Engine Roundtable. Este site reúne os tópicos mais interessantes de fóruns de SEO e oferece mais detalhes sobre eles. Ele permite que os usuários acessem num único lugar as informações de diferentes fóruns sobre tópicos recentes de SEO.
  • Backlinko. Oferecendo treinamento de SEO e estratégias de link-building, o Backlinko é um popular blog de marketing tocado por um especialistas em SEO para ajudar negócios online a crescerem. O conteúdo gira em torno de conselhos de SEO, dicas, técnicas e estudos de caso.

Conclusão

Trabalhar com search engine optimization envolve diversos fatores e práticas. As estratégias de SEO estão evoluindo de maneira constante para acompanhar os dinâmicos algoritmos dos sites de busca.

Um site com um SEO bem implementado tem uma chance excelente de aparecer no topo dos resultados de busca e ter um aumento no seu tráfego.

Para garantir que você vai implementar as melhores práticas de SEO, vamos recapitular os quatro principais tipos de otimização que discutimos anteriormente:

  • SEO on-page – foca em elementos relacionados ao conteúdo das suas páginas da web, incluindo o texto alternativo da imagem, a tag de título e a meta descrição.
  • SEO off-page – envolve atividades fora do seu site, como link building, marketing de outreach e posts de convidados.
  • SEO técnico – inclui aspectos técnicos de SEO para otimizar a velocidade do seu site, a compatibilidade, a segurança e a facilidade de uso.
  • SEO local – estratégias de SEO para aumentar a visibilidade do seu site em buscas locais para obter mais tráfego local.

Com isso em mente, esperamos que você tenha uma visão mais clara de como melhorar os esforços de otimização do seu site.

Tenha em mente que o SEO é um processo contínuo. Para ter benefícios visíveis a longo prazo, você precisa ajustar de maneira constante a sua estratégia de SEO e sempre adotar os mais recentes fatores e práticas da indústria.

Author
O autor

Carlos E.

Carlos Estrella é formado em jornalismo pela UFSC e tem as funções de redator, tradutor e SEO na Hostinger Brasil. Já trabalhou com jornalismo de games e tecnologia e hoje aplica essa experiência escrevendo posts e tutoriais no blog da Hostinger. Suas paixões incluem games, dar rolês com a namorada e amigos e ler artigos aleatórios da Wikipédia de madrugada.