Hospedagem de sites

Os 6 Painéis de Controle de Hospedagem Mais Populares

painel de controle: os 5 mais populares para usar na hospedagem

Um painel de controle é uma ferramenta usada para gerenciar seu plano de hospedagem de sites. Você consegue fazer uma série de coisas com ele: administrar domínios, instalar aplicações, criar e gerenciar contas de email, fazer upload dos arquivos do seu site, etc.

É claro que você pode fazer tudo isso logando ao servidor do seu serviço. Porém, isso exige um pouco mais de conhecimento técnico. Um erro simples e tudo pode ser colocado a perder e parar de funcionar. E, fora isso, os painéis são intuitivos e simples de usar, além de pouparem seu tempo.

É possível encontrar muitos tipos de painéis pela internet. Todos têm um design diferenciado e  uma gama de funções para usar. Neste artigo, a galera do Hostings.info vai mostrar para você os painéis de controle de hospedagem mais usados no mundo.

1. cPanel

painel de controle cpanel

Disponível apenas para Linux OS, o cPanel é um dos mais populares painéis de controle de hospedagem de sites. Ele tem tanto uma interface gráfica para a hospedagem quanto uma interface de gerenciamento de servidor pelo WHM (Web Host Manager).

Como esses ambientes trabalham juntos, é possível gerenciar seu site com qualquer um deles. Por conta disso, ele se encaixa perfeitamente tanto com usuários iniciantes quanto desenvolvedores que priorizam um sistema completo ao design dele.

O cPanel tem muitas funções. Todas elas são mostradas em uma só página, o que faz com que a experiência de uso dele seja confortável, pois você não vai precisar clicar em vários menus para chegar aonde precisa.

Além disso, todos os recursos têm descrições que indicam o que eles fazem. E, para finalizar, em praticamente toda opção você pode criar qualquer coisa com um só clique.

As principais funções oferecidas pelo cPanel são:

  • Configurações de domínio, registro e transferência;
  • Criação e gerenciamento de email, gerenciamento de filtros de spam e configuração de respostas automáticas e encaminhadores de emails;
  • Arquivos (logs) de visitantes e erros;
  • Criação e gerenciamento de banco de dados;
  • Segurança: bloqueadores de IP, proteção anti-leech e diretórios protegidos por senhas;
  • Monitoramento de desempenho do servidor;
  • Criação e automação de backups;
  • Gerenciador de usuários e criação de usuários FTP;
  • Muitos aplicativos terciários e ferramentas para estender as funcionalidades.

2. Plesk

painel de hospedagem plesk

Disponível tanto para Windows quanto para Linux, o Plesk também é um painel de controle bastante popular, especialmente entre os fornecedores de hospedagem da Europa.

Basicamente, não existem muitos painéis de controle oferecidos para WIndows. É por isso que o Plesk pode ser considerado como um dos mais fáceis e confortáveis painéis de usar com este sistema operacional.

Todas as opções são divididas em diferentes categorias. Elas são mostradas em uma listagem que que fica à esquerda na tela principal. E múltiplos servidores podem ser gerenciados em um único painel.

A interface é bem simples e intuitiva, em que tudo pode ser acessado e criado com alguns cliques.

Uma das funções que mais se destaca é a variedade de ferramentas de automação. Eles poupam seu tempo e recursos; assim, você pode se concentrar no desenvolvimento do seu site sem se preocupar com a manutenção do servidor.

Outra peculiaridade do Plesk são os níveis de login. Ao todo, são 4. E todos eles têm diferentes níveis de permissão e responsabilidades:

  • Administrator. É o nível mais alto. Possibilita gerenciar e configurar ítens do sistema, assim como múltiplos servidores (quando aplicável).
  • Client/Reseller. Possibilita criar e gerenciar grupos de nomes de domínio. As permissões são dadas por um administrador do sistema.
  • Domain Owner. Possibilita gerenciar apenas um nome de domínio. O gerenciamento de opções é pré-determinado.
  • Mail User.  É o nível mais baixo. Permite logar na interface do webmail e gerenciar senhas, filtros de spams etc.

O cPanel e o Plesk são os paineis de controle mais comuns e usados no mundo. Porém, ainda existe uma dezena deles. Algumas empresas criaram seus próprios painel de controle para seus clientes.

Por exemplo, a Hostinger criou o hPanel, que você vai conhecer logo abaixo.

3. hPanel

painel de hospedagem hPanel Hostinger

O hPanel é um painel de controle do time da Hostinger para seus clientes. Ele está disponível para Linux e suas distribuições. Além disso, o hPanel pode ser usado, neste momento, apenas com um serviço de Hospedagem Compartilhada.

O hPanel se parece um pouco com o cPanel, só que numa versão mais confortável. Por exemplo, embora todas as opções estejam localizada na página principal, quando você seleciona uma delas, um menu aparece à esquerda. Isso faz com que a navegação se torne mais fácil entre as seções disponíveis.

Esse painel tem todas as funções básicas que você precisa. Isso inclui gerenciador de domínio e de email, editor de zona de DNS, gerenciador de arquivos e banco de dados, e etc.

Você também pode gerenciar a segurança da sua conta: definir senhas para diretórios, bloquear IPs e configurar proteção hotlink.

Tirando tudo isso, a principal particularidade dele é a possibilidade de gerenciar todos os seus produtos em um único painel.

Por exemplo, você pode ver seu histórico de pagamentos, comprar novos pacotes de hospedagem ou fazer upgrades (melhorias).

4. Direct Admin

painel de hospedagem Direct Admin

Disponível para Linux e sistemas BSD, o Direct Admin é um dos painéis de controles mais fáceis, rápidos e estáveis de usar. A interface dele é bastante amigável, além de também ser bem barato.

Todas as opções são categorizadas e localizadas no topo. Este painel de controle também tem suporte a múltiplos níveis de acesso (Administrator, User e Reseller).

Além disso, ele também tem ferramentas embarcadas que bloqueiam spams. Fora que também é possível visualizar estatísticas completas de usabilidade para cada recursos.

Basicamente, ele tem muitas opções e funções, como gerenciamento de DNS, criação e gerenciamento de banco de dados, criação e gerenciamento de conta de revendedor, criação de backups etc.

Mas a sua principal peculiaridade é a simplicidade. Você não precisa ser especialista em tecnologia para entender como usar o painel. 

5. Webmin

Webmin é um painel de hospedagem de sites

O painel Webmin está disponível para todos os sistemas Unix, incluindo, mas não limitado aos sistemas BSD, todos o Linux e os sistemas Solaris. Ele também está parcialmente disponível para Windows.

Isso significa que é possível instalar o Webmin no Windows, mesmo que todas as opções não fiquem disponíveis.

É óbvio que o design do Webmin não pode ser considerado tão amigável ao usuário assim. Seu diferencial é ser altamente personalizável. Por exemplo, ele tem um servidor web Apache para configurar todas as funções e diretivas do Apache.

Fora isso, os desenvolvedores do Webmin criaram alguns painéis baseados no Webmincpanel para atender a diferentes propósitos e tipos de hospedagem.

  1. Usermin. Interface web para gerenciar emails, configurar filtros, senhas etc.
  2. Cloudmin. Interface de usuário para gerenciar servidores virtuais;
  3. Virtualmin. Usado para gerenciar múltiplos servidores virtuais (assim como o Plesk).

O Webmin pode não ser tão confortável quanto os outros painéis descritos neste artigo, mas ele é gratuito e pode ser instalado na maioria dos sistemas operacionais.

6. ISPmanager  

ispmanager é um painel de hospedagem para gerenciar servidores 

O ISPmanager é um painel de controle baseado em Linux e usado por empresas de hospedagem da Europa oriental. Ele tem um design bem simples e básico, mas isso não elimina o fato de que é bem acessível e confortável de usar.

Existem duas versões do painel web: a Lite e a Business. A versão Lite, tirando algumas funções que são mais ou menos comuns em cada painel, pode ser usado para gerenciamento de servidores web, criar usuários com diferentes níveis de acesso, importar dados de servidores remotos etc. Por conta disso, a Lite é mais usada para Servidores VPS e Dedicados.

Já a versão Business se encaixa melhor com Hospedagem Compartilhada ou Revenda de Hospedagem. Ela permite gerenciar múltiplos servidores (clusters), além de gerenciar e criar usuários de uma maneira bem fácil e prática.

Resumo

Todos os painéis que mostramos acima têm suas particularidades, pontos positivos e negativos. É um tanto complicado determinar qual deles é o melhor. Isso é questão mesmo de gosto e escolha sua.

Porém, esses painéis têm uma função em comum: eles tornam o gerenciamento de servidores e da hospedagem bem mais fácil e rápido. É por isso que eles são uma ótima solução para iniciantes e desenvolvedores.

Andrei L.

Andrei é jornalista e conteudista SEO na Hostinger Brasil. Tem experiência em WordPress e na produção de conteúdos de tecnologia otimizados para conquistar as melhores posições no Google. É fã de games, adora vôlei, ama o inverno e está sempre buscando se aperfeiçoar no Inglês.

1 Comentário

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comece a Economizar Agora!

Hospedagem com tudo incluso e nome de domínio
1
45
/mês