Como Funciona Facebook Ads para Afiliados: Guia Passo a Passo para Criar sua Campanha

Não há para onde correr: mesmo com alguns competidores cada vez mais fortes na parada, o Facebook ainda é (e continuará sendo por muito tempo) a maior plataforma social do mundo — especialmente se você juntar no bolo o Instagram, que também pertence à Meta, empresa-mãe das duas empresas.

Por conta disso, anunciar na plataforma do Facebook é uma das formas mais efetivas de atrair público para o seu negócio, seja você responsável por uma loja virtual própria ou parte de um programa de afiliados, como o da Amazon, o da Shopify, o Clickbank ou o da própria Hostinger.

Mas por onde começar? Bom, é exatamente para isso que estamos aqui: neste artigo, vamos nos aprofundar no Facebook Ads, o sistema de anúncios da empresa que permite que você crie suas campanhas, alcance seu público-alvo e garanta uma maior taxa de conversão nos seus anúncios. 

Nos próximos tópicos, explicaremos como funciona o Facebook Ads para afiliados, como divulgar seu link de afiliado nos anúncios, como iniciar uma campanha e muito mais. Tudo para que você possa aproveitar o potencial quase infinito dessa rede e potencializar os seus lucros.

Vamos lá!

O Que é Facebook Ads?

Como já vimos, o Facebook Ads — ou Anúncios do Facebook, como os chama em português — é a plataforma de publicidade do Facebook. Através dela, você pode criar as suas campanhas e fazer com que os anúncios do seu produto ou serviço cheguem às pessoas que terão mais potencial de se interessar por ele. 

Também é por lá que você acompanhará o desempenho das suas campanhas, checando quais estratégias estão dando certo, quais podem ser ajustadas e que tipos de públicos são os mais interessados em cada um dos seus produtos e serviços.

Uma parte interessante do Facebook Ads é que ele permite que você crie campanhas e determine orçamentos para elas. Isso é ótimo para negócios de todos os tipos e tamanhos. 

Se você está começando, por exemplo, pode definir um orçamento mais baixo, que gerará um menor alcance para os seus anúncios mas não pesará tanto nas suas finanças.

Dica do Especialista

Quer saber mais sobre como se tornar o afiliado de uma rede? Confira nosso artigo com os 18 melhores programas para começar a lucrar.

Vantagens do Facebook Ads para Afiliados

A principal vantagem do Facebook Ads para afiliados, como você já deve ter percebido, é que a rede aproveita várias informações dos usuários para fazer a chamada segmentação dos anúncios. 

Em outras palavras, é muito mais fácil chegar ao seu público-alvo quando você está lidando com uma plataforma na qual os usuários têm características já definidas: nome, idade, gênero, localidade, rede de amigos, curtidas, interesses e tantas outras. Isso se torna mais difícil quando falamos de outros canais de marketing, onde descobrir esses aspectos pode ser um tanto mais desafiador.

Se o seu negócio é baseado em algum programa de afiliados (ou vários!), o Facebook Ads também é uma excelente opção.

Você pode utilizar a plataforma para divulgar os produtos dos seus parceiros, seja como um complemento ou mesmo como um substituto para um website próprio. Tudo dependerá do seu plano de negócios, das suas estratégias de marketing digital e da forma como você quer atingir os seus potenciais clientes.

Em outras palavras, dependendo do seu negócio e do seu público, divulgar seus links de afiliado no Facebook pode ser a melhor estratégia para potencializar o seu público, mesmo que você (ainda) não tenha investido num site próprio ou numa campanha por e-mail.

Como Funciona o Facebook Ads?

O primeiro passo para criar uma campanha no Facebook Ads, como você pode imaginar, é ter uma conta no Facebook. Sim, o seu perfil pessoal já serve para você começar a entrar no mundo dos negócios da rede social.

A partir daí, a melhor estratégia é acessar o Facebook Business e criar uma conta por lá, a partir da sua conta pessoal. Nesse passo, você cadastrará o seu nome, o nome da sua empresa, seu email comercial e alguns dados adicionais, como a área de atuação.

criando conta empresarial no facebook ads

Uma vez cadastrado no Facebook Business, é hora de criar a página para o seu negócio — o que pode ser feito acessando a opção “Páginas” na barra lateral da interface. Caso você já tenha uma página para o seu negócio criada anteriormente, basta adicioná-la à sua conta comercial nesta mesma área da plataforma.

criando página para seu negócio no facebook

Agora que você já tem uma conta e uma página para a sua empresa, já pode começar a criar os anúncios no Facebook Ads.

A melhor parte é que a plataforma oferece total flexibilidade para você criar os anúncios da forma que julgar mais efetiva para os seus clientes. É possível definir formato, orçamento e público, estimar resultados, fazer testes A/B para comparar performance, pré-visualizar seus anúncios em versão para desktop e dispositivo móvel e muito mais.

Com tudo isso em mente, é hora de botar a mão na massa: agora, vamos conferir passo a passo como você pode começar a fazer suas campanhas no Facebook e atrair mais vendas para seu programa de afiliados.

1. Crie sua Conta de Anúncios

Para começar a realizar as suas campanhas, é preciso criar uma Conta de Anúncios no Facebook Business. Essa configuração é necessária para fornecer mais alguns detalhes sobre o seu perfil de anunciante, como sua localização, a moeda com a qual você trabalhará e suas informações de pagamento — como um número de cartão de crédito.

criando conta de anúncios no facebook ads

Simplesmente dê o nome desejado à conta e selecione as informações conforme desejado — se a sua operação é brasileira, escolha o Real como moeda e um fuso horário brasileiro, como o de São Paulo.

Em seguida, na barra lateral da interface, você deve adicionar uma forma de pagamento à conta para fazer os seus investimentos de publicidade. Para operações em Real brasileiro, é possível adicionar uma série de cartões de crédito ou débito.

adicionando forma de pagamento no facebook ads

Vale notar que, caso você trabalhe para uma agência ou já tenha uma Conta de Anúncios, ela pode ser adicionada à sua conta do Facebook Business. Com isso, você não precisaria criar uma do zero. Será necessário apenas do código identificador da conta e, posteriormente, confirmar a operação no email cadastrado.

2. Crie e Instale o Seu Pixel de Acompanhamento

No ecossistema do Facebook, um dos elementos mais importantes se chama Pixel de Acompanhamento. Grosso modo, trata-se de um código em JavaScript que existe para ser inserido de maneira invisível no seu site ou na sua página de vendas. Ele serve para acompanhar as ações das pessoas que chegam lá a partir dos anúncios que você criou.

Por exemplo: imagine que uma pessoa vê um dos seus anúncios e se interessa pelo conteúdo. Então ela clica na propaganda, visita o seu site e faz uma compra em um dos seus links de afiliado. Mesmo completamente invisível na página, o Pixel do Facebook é capaz de capturar esses dados e “gravar” que aquele consumidor tem interesse nos seus produtos. 

Com isso, o Facebook consegue construir uma lista ainda mais eficaz de prováveis interessados nos seus anúncios — e, por consequência, melhorar a performance das suas vendas.

Para criar o seu primeiro Pixel, é necessário acessar o Gerenciador de Eventos na barra lateral do Facebook Business. Clique no ícone verde de “+” e selecione a opção “Web”.

criando pixel de acompanhamento no facebook ads

Em seguida, você pode dar um nome ao seu Pixel. Escolha um que permita identificá-lo facilmente, pois as chances são grandes de você ter vários deles conforme suas campanhas forem crescendo.

Por fim, você pode digitar a URL do seu programa de afiliados para checar se ele é elegível à integração automática com o Facebook. 

Vários dos programas mais populares da internet, como o Shopify, já aceitam essa integração automática. Nesses casos, você não precisará sequer mexer em linhas de código — bastará conectar o Pixel à sua conta e deixar o Facebook fazer o resto do trabalho.

Caso o seu programa de afiliado não ofereça integração automática, por outro lado, você precisará fazer a instalação do Pixel manualmente. Para isso, basta copiar o código do Pixel oferecido pelo Facebook e adicionar no código da página desejada do seu site.

Se você usa o WordPress, há inclusive plugins que adicionam esse código ao seu espaço online de maneira mais intuitiva.

3. Crie Sua Primeira Campanha

Com o Pixel devidamente criado e instalado, agora é hora de criar a sua primeira campanha. Para isso, você deverá se dirigir à área do Gerenciador de Anúncios do Facebook Business e, na área “Campanhas”, clicar no botão “Criar”.

O primeiro passo, agora, é definir o objetivo da sua campanha. A interface da plataforma te guiará de forma bem intuitiva e com todas as explicações necessárias. Mas, basicamente, você pode escolher entre uma série de opções — Reconhecimento de Marca, Engajamento, Geração de Cadastros e muito mais.

Em cada uma delas, o algoritmo do Facebook agirá de forma diferente para atingir o seu público e o objetivo definido. As escolhas aqui dependerão do seu segmento, posicionamento e estratégias de marketing.

Muitas pessoas começam, por exemplo, com uma campanha de reconhecimento de marca. Ela não visa propriamente o maior número vendas na sua página, mas sim um contato inicial do público com o seu negócio. Com isso, há uma maior chance das pessoas memorizarem a sua existência e lembrarem da sua marca posteriormente.

Como o nosso objetivo aqui é potencializar as suas vendas e aumentar a taxa de conversão dos seus links de afiliado, nosso foco será nas campanhas de conversão. Em todo caso, ao selecionar o seu tipo de campanha, é hora de configurá-la: dê um nome para ela, selecione a sua categoria e crie testes A/B (se desejar). 

Neste processo, você também definirá:

  • Para onde sua campanha será direcionada. Pode ser uma página do seu site, por exemplo.
  • Selecionará o Pixel ligado a ela. Isso só será necessário caso você tenha mais de um Pixel cadastrado na sua conta.
  • Definirá o público. Isso inclui características como idade, localização, gênero, interesses e outros aspectos.
  • Qual o evento de conversão desejado. Esse evento pode ser uma adição de um produto ao carrinho, um cadastro, uma assinatura ou uma compra, por exemplo.

Nesta parte do processo, você também definirá o seu orçamento, na forma do valor gasto diariamente com a campanha — quanto maior o valor, maior o alcance do anúncio. O Facebook exibirá uma estimativa do alcance de acordo com o valor selecionado por você.

Importante: ao criar a sua campanha, lembre-se que a plataforma não permite divulgar links diretamente para a venda dos produtos no seu programa de Facebook Ads para afiliados. Isso é considerado spam e pode render a sua suspensão da plataforma. Em vez disso, opte por links que levem o seu público até o seu site ou landing page — de lá, eles podem ser direcionados à venda em si.

Em seguida, é hora de criar o seu anúncio propriamente dito. O que nos leva à próxima etapa…

4. Projete Um Anúncio Visualmente Atrativo

Eis aqui o ponto mais importante para a sua campanha ser bem sucedida. Um anúncio feito de maneira desleixada, pouco profissional ou desinteressante simplesmente não renderá os resultados desejados e ainda associará a sua marca a uma possível falta de profissionalismo. Capriche!

Ao projetar o seu anúncio, você pode escolher simplesmente impulsionar uma publicação já realizada na página do seu negócio ou criar o anúncio do zero. 

Caso siga pela segunda opção, o céu é o limite: o Facebook permite que você faça o upload de imagens, vídeos, carrosséis, crie títulos e textos de campanha (o famoso copy, no jargão do marketing), insira links e muito mais.

Vale explorar o ambiente do Gerenciador de Anúncios para entender todas as suas opções e experimentar os melhores resultados — a própria interface já traz um visualizador embutido do anúncio. Você pode, inclusive, configurar testes A/B para comparar múltiplos anúncios e checar quais estratégias estão rendendo os melhores resultados.

Não se esqueça de sempre revisar todo o seu anúncio antes da publicação! É uma boa ideia pedir para outra pessoa ler os títulos e textos da campanha e apontar possíveis erros, já que esse tipo de deslize também denota desleixo e falta de profissionalismo.

5. Defina o Local do Anúncio

Junto da criação do anúncio, você também deverá definir o seu formato e, portanto, o seu local de veiculação.

Isso tem a ver com a forma como o Facebook e o Instagram funcionam. Alguns dos seus anúncios podem funcionar melhor como Stories, por exemplo, enquanto outros podem ser mais efetivos aparecendo como publicações patrocinadas no feed dos usuários. É possível até mesmo realizar ações no Facebook Messenger.

Aqui, mais uma vez, tudo dependerá da sua estratégia de marketing e do posicionamento da sua marca. Observe o que os seus concorrentes estão fazendo, defina as tendências do mercado, descubra o seu nicho, faça experimentos e veja os resultados aparecerem!

6. Publique!

Por fim, não tem mistério. Uma vez definidos todos os detalhes do seu anúncio e da sua campanha, basta clicar no botão “Publicar” e deixar que o Facebook tome conta do resto. 

Agora, sua função é acompanhar o desempenho da campanha no ambiente do Facebook Business e, se necessário, fazer ajustes.

O marketing digital, como sabemos, é um ambiente de mudanças muito rápidas e tendências que surgem a todo momento, então fique sempre de olho nas suas campanhas para não perder o ritmo da coisa!

Dicas para Usar o Facebook como Afiliado

Antes de concluir este artigo, é bom notar: seja como parte de um programa de afiliados ou com qualquer outro objetivo financeiro, sua presença no Facebook não deve se limitar a anúncios!

Com isso, queremos dizer que você também precisa cuidar da sua página em outros aspectos dentro da plataforma. Por exemplo: cultive o hábito de otimizar o SEO da sua página, para que ela apareça com mais frequência entre os resultados do Google e do próprio Facebook.

Além disso, se você já tem um público em outras plataformas, ou mesmo fora da internet, implemente estratégias para converter essas pessoas em curtidas orgânicas — isto é, aquelas que não foram motivadas por anúncios — para a sua página. Esse é um motor forte de crescimento, e que pode ser amplificado cada vez que seu negócio for conquistando mais clientes.

Outras estratégias interessantes para ampliar a sua audiência no Facebook são engajar com o seu público: você pode responder perguntas, agradecer elogios e buscar soluções para possíveis críticas, por exemplo. 

Também é interessante interagir com influenciadores relacionados ao seu segmento e participar de grupos relacionados à sua área de atuação, sempre oferecendo conteúdo útil e construtivo. Nada de spam ou propaganda não solicitada, hein?

Conclusão

Agora que já passamos por todos os pontos necessários para começar a criar suas campanhas no Facebook Ads e potencializar as vendas como afiliado, vamos recapitular tudo:

  1. Crie uma conta no Facebook Business.
  2. Crie uma página para o seu negócio ou conecte a página já existente à sua conta.
  3. Crie sua conta de anúncios dentro do Facebook Business.
  4. Crie o seu Pixel de Acompanhamento e o instale na sua página ou no seu programa de afiliados.
  5. Comece a desenvolver a sua campanha, definindo aspectos como público e orçamento.
  6. Projete a campanha em si, com cuidado para criar um visual que chame atenção e um texto chamativo e bem escrito.
  7. Defina onde a campanha será veiculada: feed, Stories, Messenger ou outros locais.
  8. Publique e acompanhe a performance do seu anúncio.
  9. Siga cuidando da sua página no Facebook, com atenção para o SEO e o engajamento.

Anotado? Pois agora você já pode arregaçar as mangas e começar a lucrar com a maior rede social do mundo. Boas vendas!

Author
O autor

Bruno Santana

Sou jornalista em formação pela Universidade Federal da Bahia, além de colaborador eventual do site MacMagazine e da editoria de cultura do Jornal A Tarde, de Salvador. Fascinado por tecnologia desde criança, criei meu primeiro blog no Wordpress aos 13 anos e nunca mais parei. Nas horas vagas, gosto de ir ao cinema e brincar com meu gato, Sushi.