Aprenda a Fazer suas Primeiras Vendas como Afiliado com Essas 6 Dicas

Participar de um programa de afiliados é uma estratégia cada vez mais popular para quem busca começar um empreendimento e ter uma renda passiva sem sair de casa. Sendo afiliado de uma empresa, você pode escolher o seu nicho e os produtos que divulgará, recebendo comissões por cada venda realizada com o seu link e implementando estratégias para conquistar o seu público. Com o devido empenho, você pode ir longe!

Antes disso, entretanto, é preciso dar o passo inicial — isto é, fazer a sua primeira venda como afiliado. E é exatamente para isso que estamos aqui.

Nos próximos parágrafos, vamos detalhar todos os passos que você precisa seguir para fazer a sua primeira venda e, assim, começar a construir o seu caminho no universo dos programas de afiliados. Vamos lá?

Estratégias para Trabalhar Como Afiliado e Conseguir suas Primeiras Vendas

Se você está lendo esse texto, é provável que já tenha passado pelas etapas iniciais de como se tornar um afiliado.

Caso contrário, não se preocupe: nosso guia de marketing de afiliados para iniciantes traz todas as informações que você precisa para dar seus primeiros passos neste universo, desde escolher o seu programa de afiliados até criar a sua conta.

Dica do Especialista

Confira também nosso artigo com os 18 melhores programas de afiliados disponíveis hoje no Brasil.

O fato é que agora é hora de começar a vender! Por isso, confira abaixo as principais dicas e estratégias para você começar os seus empreendimentos com o pé direito e fazer a sua primeira venda como afiliado.

Estude seu Público-Alvo

A essa altura, o seu nicho provavelmente já está definido. Portanto, você já tem uma ideia do segmento no qual vai focar suas vendas como afiliado. Portanto, é hora de conhecer o seu público.

Em outras palavras, você precisa ter uma ideia das principais características dos seus potenciais clientes. Isso inclui informações como idade, gênero, formação, profissão, estado civil, localidade e muito mais.

Para traçar o perfil do seu público-alvo, a palavra de ordem é pesquisar. Você pode conferir as estratégias de marketing dos seus concorrentes, analisar as redes sociais de marcas do seu segmento, fazer pesquisas e questionários online e muito mais.

Acima de tudo, o importante é entender que tipo de problema os seus produtos pretendem solucionar. A partir dessa resposta, você já pode começar a segmentar o seu público e definir as suas características principais.

Uma boa ideia aqui é definir uma (ou mais de uma, dependendo do cenário) persona. Se você não tem familiaridade com o processo, ele envolve criar uma “pessoa fictícia” com as características médias do seu público-alvo.

Além dos dados básicos, você também pode incluir nas suas personas aspectos como motivações, comportamentos e metas. Desta forma, fica mais simples traçar suas estratégias de marketing para atingir a sua audiência.

Analise o Produto ou Serviço

Com o seu público devidamente definido, é hora de começar a pesquisar os produtos e serviços que você venderá como afiliado.

Um erro muito comum de iniciantes em programas do tipo é o de se afiliar a muitos produtos no seu segmento, sem analisar a procedência e a qualidade de cada um. Cuidado: isso pode manchar a sua reputação e atrasar a sua estratégia!

Por isso, é sempre fundamental que você analise com cuidado cada produto ao qual pretende se afiliar.

página de produtos da hotmart

Isso inclui ler com atenção toda a descrição do produto, conferir uma prévia disponibilizada pelo produtor (caso disponível), checar o suporte prestado, ler os comentários de outros afiliados e muito mais.

Você também deve ir além: confira se as landing pages oferecidas pelo produtor são de qualidade, sem erros gramaticais ou falhas de programação. Se possível, converse com o produtor para tirar dúvidas e estabelecer uma relação de confiança antes de se afiliar.

Naturalmente, também é importante conferir os valores relacionados ao produto: você precisa escolher opções com um custo benefício interessante e que deem uma comissão razoável a cada venda realizada.

Crie uma Página de Vendas

Agora que você já escolheu os produtos com os quais iniciará sua trajetória de afiliado, é hora de divulgá-los. Para isso, uma medida inicial extremamente recomendada é ter a sua própria página de vendas.

Nela, você poderá reunir todos os produtos aos quais se afiliou, criar landing pages para cada um deles, e dar informações aos seus potenciais clientes.

Criar uma página de vendas é uma parte importante em qualquer estratégia de marketing de afiliados, e a boa notícia é que você não precisa de quase nenhum conhecimento técnico para colocar a sua página no ar.

Utilizando um CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) intuitivo, como o WordPress, você pode obter temas e plugins para o seu site sem dificuldade.

página inicial do wordpress.org

Além disso, várias empresas de hospedagem, como a Hostinger, oferecem planos específicos para o WordPress. Com isso, você pode ter a certeza de um site perfeitamente otimizado, com todos os padrões de segurança necessários e pronto para ir ao ar com poucos ajustes da sua parte.

Dica

Para ter a sua própria página de vendas na web, aproveite os cupons da Hostinger e receba até 75% em descontos nos planos de hospedagem de site. Assim, você já começa economizando e potencializa seus ganhos com afiliados.

Invista Dinheiro

Quase toda estratégia de marketing digital precisa incluir algum espaço para investimento em tráfego pago. Essa estratégia consiste no impulsionamento das suas páginas e produtos nos mecanismos de buscas e nas redes sociais.

As duas principais plataformas de publicidade digital são o Google Ads e o Facebook Ads. Nelas, você pode criar campanhas para os seus produtos, definir faixas de público, conferir métricas da audiência e atrair pessoas interessadas para as suas páginas.

página inicial do google ads

A razão do Google Ads e do Facebook Ads serem tão populares é que eles cobrem duas das principais plataformas da internet. O Google, maior mecanismo de busca que existe, e a rede do Facebook/Instagram, que garante uma presença sólida da sua marca na rede social. 

Vale notar que o investimento em marketing digital numa plataforma como a do Google ou do Facebook não precisa ser alto. Você pode definir o valor diário que gastará nas suas campanhas, evitando gastar mais dinheiro do que o previsto no seu orçamento.

Invista em Tráfego Orgânico

Apesar do tráfego pago ser importante, ele não pode ser o único aspecto a ser considerado na sua estratégia de marketing de afiliados. Também é importante pensar no tráfego orgânico.

O tráfego orgânico é aquele que você conquista sem investimento monetário, atraindo pessoas ao seu site de maneira espontânea por alguma afinidade ao conteúdo que você disponibiliza.

Existem várias maneiras de conquistar tráfego orgânico — e, por consequência, vendas orgânicas — para os seus produtos.

Uma boa ideia é criar um blog atrelado ao seu site ou página de vendas. Blogs com conteúdos de leitura originais e interessantes, assim como post frequentes, criam uma relação da sua marca com o seu público. Isso convida a audiência a retornar regularmente ao seu site e, com isso, conferir seus produtos e novidades a cada nova visita.

página da hostinger no facebook

As páginas nas redes sociais, bem como listas de email, também são aliadas importantes na obtenção de tráfego orgânico. Pense em postagens divertidas e enriquecedoras, que estreitem os laços da sua audiência com a sua marca, e interaja com o público de maneira positiva e propositiva. Os resultados certamente aparecerão!

Por fim, você também pode apostar num canal no YouTube. Aqui, aplica-se a mesma lógica do blog e das redes sociais: com um conteúdo bem produzido e interessante, você pode conquistar um público ainda maior para as suas vendas.

Faça Testes

Por fim, tenha sempre em mente: qualquer estratégia de marketing de afiliados precisa ser contínua para ser sustentável. Por isso, é importante sempre fazer testes.

Isso significa que, para todas as etapas anteriores, você precisa experimentar diferentes abordagens e analisar seus resultados para entender quais caminhos estão gerando o melhor desempenho para o seu mercado.

Por exemplo, você sempre pode fazer testes com diferentes conjuntos de produtos — sempre dentro do seu nicho, claro — e comparar as vendas de cada um deles. 

Também é importante testar diferentes formatos de postagens nas redes sociais, impulsionadas ou não, e conferir quais estão trazendo melhores resultados de audiência e interação. O mesmo vale para seus anúncios no Google Ads.

Em resumo: a ideia é não se acomodar após dar o seu passo inicial. Continue experimentando e fazendo testes para potencializar os seus ganhos e fazer o seu negócio decolar!

Dicas para Fazer suas Próximas Vendas

Fez sua primeira venda? Parabéns! Agora é hora de seguir com os aprendizados e passar a aplicar outras técnicas de marketing digital para ampliar o seu mercado e melhorar as suas oportunidades.

Para isso, você pode lançar mão de uma série de dicas e estratégias. Entre elas, é sempre uma boa ideia diversificar os programas de afiliados aos quais você se juntou, para saber quais estão trazendo um melhor retorno e melhor suporte para o seu negócio.

Além disso, você pode aprimorar sua relação com seu público experimentando outras estratégias de comunicação. Que tal enviar um cupom de desconto para aquelas pessoas que estão há algum tempo sem visitar a sua página, por exemplo?

Pensando em outros caminhos, você pode atingir outras camadas do seu público criando páginas de venda em redes sociais, como o Instagram, publicando reviews e comparativos de produtos no seu blog e fazendo postagens temáticas para datas comemorativas. O céu é o limite!

Conclusão

Agora que você já tem todas as dicas para ser um afiliado e fazer as suas primeiras vendas, vamos recapitular tudo o que passamos acima:

  1. Defina o seu nicho e estude o seu público-alvo com pesquisas e interações nas redes sociais.
  2. Analise os produtos ou serviços que você venderá e escolha aqueles de melhor qualidade, que despertarão mais interesse na sua audiência.
  3. Crie uma página de vendas para reunir os produtos aos quais você se afiliou. Atente-se para criar um site de qualidade, rápido, seguro e sem erros.
  4. Invista em tráfego pago para impulsionar suas vendas em plataformas como o Google Ads e o Facebook Ads.
  5. Foque também no tráfego orgânico, apostando em blogs, páginas nas redes sociais, listas de e-mail e canais no YouTube.
  6. Faça testes e novos experimentos com todas as suas iniciativas para filtrar o que está dando certo e o que pode melhorar.
  7. Expanda seus horizontes com novas estratégias de comunicação e relação com seus clientes.

Vamos às vendas, então? Boa sorte!

Author
O autor

Bruno Santana

Sou jornalista em formação pela Universidade Federal da Bahia, além de colaborador eventual do site MacMagazine e da editoria de cultura do Jornal A Tarde, de Salvador. Fascinado por tecnologia desde criança, criei meu primeiro blog no Wordpress aos 13 anos e nunca mais parei. Nas horas vagas, gosto de ir ao cinema e brincar com meu gato, Sushi.