Como Criar um Blog Profissional e Ter Sucesso na Internet

Como Criar um Blog Profissional e Ter Sucesso na Internet

Criar um blog pode ser algo benéfico tanto para sua marca pessoal quanto para sua empresas. É uma excelente saída para você se expressar e pode aumentar sua visibilidade na internet, conectar você com seu público e se tornar uma fonte de renda extra.

Este artigo contém um guia abrangente e amigável de como criar um blog. Vamos discutir como encontrar um nicho, configurar uma plataforma de blogs, publicar conteúdo, promover seu blog e mais.

Tutorial em Vídeo

1. Escolha o Nicho do seu Blog

Se você está gerenciando um projeto ou uma empresa, criar um blog sobre os serviços, produtos e a missão da empresa é uma excelente ferramenta. Com um blog você atrairá pessoas realmente interessadas no que você faz. E com isso você ganha e sua audiência também.

Caso você queira criar um blog para um projeto pessoal, um hobby talvez, você tem muito mais opções à sua frente, acredite, um mundo cheio de possibilidades. Desde blog de viagens, tecnologia, receitas, música, moda – há muitos assuntos que você pode escolher como tema principal do seu blog.

Como esse é um dos passos mais importantes, tire um tempo para pensar e escolher. Nada de pressa aqui, ok? Pesquise suas opções e encontre um segmento, o nicho que você realmente quer!

Se é que podemos te dar alguma dica, a sua melhor aposta sempre é escrever sobre algo que você já gosta. Ao fazer algo que você gosta, os resultados são sempre melhores. E seu público, sem dúvida, perceberá isso. O trabalho será natural.

Dica

Se você ainda não tem certeza sobre o que escrever, não deixe que isso te faça desistir. A maioria dos blogs de sucesso passou por várias abordagens e nichos antes de atingir o objetivo. Nosso melhor conselho para você é: mergulhe fundo na sua escolha e nunca desista!

2. Compre uma Hospedagem

Quando se trata de escolher uma plataforma de hospedagem de site, há algumas coisas a serem consideradas:

  • Quanto tráfego você espera ter?
  • Quão rápido é a instalação e configuração?
  • Tem suporte?
  • Quais recursos você terá para ter um blog de sucesso?
  • Qual o custo?

O legal é que você não precisa procurar muito, pois já pensamos em tudo isso e temos exatamente o que você precisa!

Aqui na Hostinger, aperfeiçoamos intensivamente a infraestrutura de servidores ao longo dos anos para fornecer a melhor experiência para você que quer aprender como criar um blog. Equipado com um painel de controle da Hostinger, você pode configurar ao seu CMS hosting com apenas um clique. E sempre que precisar de ajuda, os nossos agentes estarão à sua disposição 24 horas por dia, sete dias por semana.

Claro que as características de um serviço de hospedagem vão além disso. Há muitas opções para escolher, dependendo da escala do seu blog.

Vamos ver as opções disponíveis, para você poder comprar hospedagem de acordo com as necessidades do seu projeto online.

Você pode começar, por exemplo, testando uma hospedagem grátis. Mas, independente da sua escolha no final, a hospedagem da Hostinger é boa e recomendada por milhares de usuários satisfeitos.

Dica

Na contratação de planos de hospedagem por mais de 1 ano, você recebe um certificado ssl gratuito para todos os seus sites. É simples assim!

Hospedagem Compartilhada

É o tipo de hospedagem de site mais barata, sendo um dos melhores lugares para lançar seu primeiro site ou blog, a hospedagem compartilhada pode ser comparada ao transporte público ou a um dormitório estudantil.

Um servidor físico comporta vários sites dentro dele. Todos os recursos (como espaço em disco, RAM, largura de banda) são compartilhados entre cada site a partir de um único pool.

No entanto, os servidores são otimizados e monitorados o tempo todo para garantir que todos os sites estejam funcionando perfeitamente.

Veja o que você precisa saber sobre hospedagem compartilhada antes de criar um blog:

VantagensDesvantagens
Mais barata e fácil de usar.Você vai compartilhar os seus recursos com outros sites.
O uptime e as atualizações do servidor são responsabilidade do provedor.Opções de configuração limitadas.
Suporte 24/7Sem acesso root.
Recurso de autoinstalador com 1 clique para diversas plataformas 

Hospedagem Cloud

Atendendo donos de empresas e projetos maiores, o serviço de hospedagem cloud visa fornecer o poder de um servidor virtual, mantendo a simplicidade de hospedagem compartilhada.

É uma plataforma sólida e confiável para criar um blog, pois você terá muitos recursos para lidar com qualquer tráfego que tiver.

VantagensDesvantagens
Mais recursos e velocidade.Um pouco mais caro comparado aos outros serviços
Suporte 24/7.Opções de configuração limitada
Servidores virtuais ligados em nuvem, permitindo que seu site esteja sempre no ar.Sem acesso root.
Recurso do autoinstalador para instalar CMS com apenas 1 clique 
Você pode fazer o upgrade da hospedagem compartilhada para Cloud a qualquer momento 

Hospedagem VPS

VPS, sigla de virtual private server (servidor virtual privado), é uma solução única que traz mais liberdade e controle diante de tudo que vimos até aqui.

No entanto, se você não estiver familiarizado com o gerenciamento de servidores, essa solução pode ser um pouco complicada.

Se você pretende apenas criar um blog simples, escolher outra solução seria melhor.

Mas se você planeja mergulhar fundo e lançar muitos projetos diferentes, ter um servidor VPS permitirá que você configure o ambiente perfeito.

VantagensDesvantagens
Permite acesso root.Exige conhecimento técnico avançado.
IP dedicado e outros recursos.Conhecimentos em gerenciamento de servidores é essencial.
Oferece diversas opções de soluções com flexibilidade.Exige mais aprendizado e técnica.
Concede muito mais controle ao administrador.
Permite alterar qualquer configuração do lado do servidor. 

3. Escolha seu Domínio

Todo site tem um endereço e seu blog também terá. Escolher um nome de domínio pode ser desafiante, mas é fácil aqui na Hostinger.

Para isso, use nossa ferramenta de registro de domínio. É só digitar o nome de domínio desejado na barra de pesquisa e você verá todas as opções disponíveis e em várias opções de extensões.

Dica

Caso você já tenha um domínio em outra provedora, você pode fazer uma transferência de domínio para a Hostinger. É simples e bem prático.

Caso já tenha contratado a hospedagem de site por ao menos um ano, lembre-se que você tem direito a ter um domínio grátis. E são várias opções de extensões para escolher.

E caso você ainda não tenha se decidido quanto ao nome do seu blog, use o nosso gerador de nomes para empresas. Com a ajuda da IA, você conseguirá ter um nome que combina com seu estilo de blog em poucos minutos.

Dica

Como alternativa, você também pode usar a nossa ferramenta grátis de consulta WHOIS para verificar a disponibilidade de qualquer domínio na internet. Caso o domínio que você queira esteja em uso por outro usuário, você pode conferir dados de contato do proprietário e tentar negociar com ele a sua aquisição.

Você pode ter um site com as extensões de domínios mais populares a partir de R$ 4,00 no primeiro ano com a gente! Algumas opções:

Se preferir um domínio .com.br, você pode adquiri-lo a partir de R$ 39,90 no primeiro ano! Já se você optar por comprar domínio .org, o valor sobe para R$ 42,99/ano.

Também tem o domínio .com, que torna seu site mais global pela extensão mais conhecida no mundo e sai por R$ 29,99, também no primeiro ano.

Agora, se você quer a extensão mais adequada para começar um blog, o domínio .blog é o mais certeiro aqui, pois esse é justamente o propósito dela. Ele custa R$ 22,99/ano aqui na Hostinger.

Verificador de Domínio

Verifique instantaneamente a disponibilidade do nome de domínio.

Ou, ainda, consulte outros tipos de domínio barato para escolher aquele que mais combina com seu tipo de blog. Para isso, conheça qual o propósito do seu projeto antes de escolher a extensão de domínio certa.

Dica

Esses preços não param por aí. Aproveite que na Hostinger tem ofertas de hospedagem de site e domínio e economize ainda mais no seu serviço contratado. É a sua chance de poupar mais!

4. Defina a plataforma

Depois de escolher o seu nicho e definir os aspectos de domínio e hospedagem, é hora de começar a preparar um site para o seu blog. No geral, você tem duas opções de plataformas de blog: os criadores de sites e os sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS).

Os criadores de sites costumam ser soluções mais abrangentes. Em geral, eles vêm com todas as ferramentas necessárias para criar um blog já incluídas. Além disso, o mesmo pacote já costuma incluir domínio e hospedagem.

Por outro lado, para usar um CMS, você precisará usar uma plataforma auto-hospedada, que exige que você compre soluções de hospedagem separadamente.

Vamos dar uma olhada em alguns exemplos para entender melhor essas opções.

Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS)

Os CMSs estão entre as soluções mais comuns para a criação de sites. Eles permitem que você crie e gerencie um site facilmente, com uma interface gráfica pensada para tornar essas tarefas mais simples e acessíveis.

Os CMSs boas escolhas para rodar o seu blog devido à sua versatilidade. Eles são perfeitos para quem deseja ter amplo controle sobre seus sites, desde a escolha do provedor de hospedagem até a implementação de medidas de segurança.

O WordPress é a opção mais popular entre os muitos CMSs existentes — até por isso, ele alimenta quase metade de todos os sites na Internet. Devido à sua popularidade, você têm inúmeras opções de temas e plugins pagos e gratuitos para aprimorar as páginas dos seus blogs.

O WordPress também tem uma comunidade grande e ativa, que compartilha conhecimentos e informações úteis sobre a plataforma. Portanto, recomendamos o uso do WordPress se você quiser começar um blog usando um CMS.

Para isso, em primeiro lugar, é importante entender a definição de hospedagem na web, pois você precisará escolher um serviço de hospedagem se planeja iniciar um blog WordPress auto-hospedado. Considere um plano de hospedagem gerenciada WordPress para minimizar as complexidades técnicas e se concentrar mais na criação de conteúdo.

Dica do Especialista

Os três principais aspectos que avalio em um serviço de hospedagem são:

Editor

Neil Patel

Empresário e Especialista em Marketing Digital

Aqui estão alguns prós e contras de escolher um CMS como o WordPress como sua plataforma de blog:

Prós

  • Controle total. Você tem liberdade para ajustar, gerenciar e trocar de recursos e provedores de hospedagem.
  • Personalização basicamente infinita. Você pode adicionar código personalizado ou escolher entre milhares de plugins e temas do WordPress, seja do diretório oficial ou de fontes de terceiros.
  • Facilmente escalonável. As plataformas auto-hospedadas podem sustentar sites complexos de qualquer tamanho, desde que seu plano de hospedagem tenha recursos suficientes.

Contras

  • Curva de aprendizado mais acentuada. Embora o uso de uma plataforma auto-hospedada seja significativamente mais fácil do que codificar um site do zero, ele ainda exige algum conhecimento técnico em comparação com os construtores de sites.
  • Tempo de configuração. Ao contrário da configuração instantânea da maioria das plataformas hospedadas, as plataformas auto-hospedadas exigem etapas adicionais, como a compra de hospedagem, o registro de um domínio e a instalação do software da plataforma.
  • Sem suporte dedicado. A maioria das plataformas auto-hospedadas não oferece suporte ao cliente. Portanto, você precisará contar com seu provedor de hospedagem ou com o suporte da comunidade.
  • Segurança e manutenção independentes. Você será responsável por manter seu blog seguro e com a manutenção adequada. Isso significa instalar complementos de segurança, fazer backups regulares e realizar atualizações de software.

Criador de Sites

Se você deseja começar a blogar, mas quer evitar um longo processo de configuração e uma curva de aprendizado acentuada, os criadores de sites são a melhor opção.

Esse tipo de plataforma oferece uma maneira direta de criar um site sem nenhum requisito técnico complicado, o que a torna uma ótima solução para iniciantes.

Serviços como o Criador de Sites IA da Hostinger oferecem aos usuários modelos criados profissionalmente para dar início ao processo de criação de blogs.

Você pode personalizar o modelo de blog facilmente com um editor de arrastar e soltar fácil de usar e várias ferramentas de IA, como o Escritor de Conteúdo, a ferramenta Mapa de Calor e o Gerador de Logos com IA.

Veja abaixo os prós e contras de escolher o Criador de Sites da Hostinger para seu blog:

Prós

  • Configuração rápida. Use a opção de Criar Site com Inteligência Artificial para gerar um blog totalmente personalizado em apenas alguns cliques – tudo o que você precisa fazer é fornecer uma breve descrição do que você tem em mente. Em seguida, vá para o editor visual para ajustar todos os elementos do site de acordo com suas preferências.
  • Modelos prontos. Acelere seu processo de criação escolhendo entre os vários templates da Hostinger projetados especificamente para otimizar seu blog. Todos os designs são compatíveis com dispositivos móveis e amplamente personalizáveis.
  • Recursos essenciais para blogs. O Criador de Sites da Hostinger oferece ferramentas integradas que facilitam a criação de blogs. Elas incluem um editor visual de postagens de blog, grupos de artigos com categorias, agendamento de postagens e um personalizador de URL.
  • Recursos abrangentes de hospedagem. A partir de apenas R$ €2.99 ao mês, seu blog recebe um nome de domínio gratuito, backups semanais, largura de banda ilimitada e recursos de segurança robustos.

Contras

  • Menos flexível. A maioria dos criadores de sites é construída em um sistema de código fechado. Os templates e complementos geralmente são limitados ao que o serviço oferece oficialmente. No entanto, o Criador de Sites da Hostinger é compatível com ferramentas populares de terceiros para desenvolver seu blog, como o Google Analytics, o Hotjar e o Google AdSense.
  • Sem suporte telefônico. Atualmente, não é possível entrar em contato com nossa equipe de Sucesso do Cliente por telefone. No entanto, o Criador de Sites da Hostinger oferece suporte por e-mail e chat ao vivo para garantir que você receba toda a ajuda necessária.

Plataformas de Blogs Dedicadas

Muitos blogueiros de sucesso usam sites como Medium, Blogger ou Tumblr, além de suas próprias plataformas. Algumas plataformas dedicadas usam um algoritmo semelhante ao das mídias sociais, em que os visitantes podem descobrir postagens de blog populares com base em seus interesses.

Aproveitar um sistema desse tipo pode te ajudar a criar uma base sólida de público para o seu blog. Você também pode usar essas plataformas para criar backlinks e canalizar mais visitantes para seu site.

Aqui estão algumas vantagens e desvantagens de usar uma plataforma dedicada para blog:

Prós

  • Fácil de começar. Tudo o que você precisa fazer é criar uma conta e tudo estará pronto para que você faça sua primeira postagem no blog.
  • Sem manutenção. Não há necessidade de se preocupar com aspectos técnicos, como o desempenho ou a segurança do site – você pode se concentrar em publicar e promover seu blog.
  • Base de público existente. As plataformas de blogs já têm uma base de usuários estabelecida, que pode ser aproveitada para criar sua presença online. Além disso, a criação de conteúdo exclusivo e valioso lhe dá a chance de se destacar na plataforma.
  • Econômico. Muitas dessas plataformas de blog são gratuitas ou possuem versões gratuitas. Dessa forma, você pode criar contas em mais de uma plataforma para expandir seu alcance sem se preocupar com custos.

Contras

  • Propriedade limitada. Seu blog e o conteúdo dele serão armazenados no servidor da plataforma, portanto, há uma chance de perdê-los se o site ficar off-line.
  • Concorrência acirrada. Como você compartilha a plataforma com outros blogueiros, conseguir tração pode ser um desafio. Na maioria das vezes, os colaboradores com reputação estabelecida terão preferência na página inicial e receberão a maior parte do tráfego.
  • Menos opções de monetização. Por não gerir a plataforma, você não pode exibir anúncios ou vender produtos diretamente de terceiros. As únicas opções são promover links de afiliados ou participar do programa de parceiros da plataforma.

A escolha da plataforma certa desempenha um papel importante no sucesso de seu blog. Certifique-se de identificar suas necessidades e preferências antes de decidir sobre uma solução.

Iniciantes e aqueles que desejam economizar tempo se beneficiarão do uso de construtores como o Criador de Sites da Hostinger.

Por outro lado, CMSs como o WordPress são perfeitos para quem tem alguma experiência em construção de sites e deseja ter liberdade para codificar ou instalar extensões personalizadas.

Além dessas duas opções, você pode criar contas em plataformas de blogs populares para aumentar seu alcance e construir uma base de público mais forte. Entretanto, não dependa exclusivamente delas, pois elas não são a solução ideal a longo prazo se você pretende fazer com que seu blog cresça.

Daqui em diante neste artigo, vamos nos concentrar em como configurar um blog usando o WordPress como plataforma.

5. Instale e Configure o Blog

Depois de escolher a hospedagem e o nome de domínio, você está a apenas um passo de alcançar o seu principal objetivo aqui. Abaixo, vamos ver como instalar e realizar a configuração inicial do WordPress para dar os passos iniciais com o seu blog.

Como Criar um Blog no WordPress

Configurar o WordPress é bem simples. Especialmente se você estiver usando a Hostinger, acredite. Tudo o que você precisa fazer é navegar até a seção Hospedagem > Site > Auto Instalador no painel de controle.

auto instalador do wordpress no panel

E você encontrará o WordPress.

autoinstalador do wordpress da hostinger

Clique na opção WordPress e siga os próximos passos a seguir que toda a instalação será feita sozinha.

instalador do wordpress na hostinger

Painel do Administrador

Para facilitar o gerenciamento do seu blog, o WordPress fornece um painel intuitivo. Você pode acessá-lo digitando seudominio.com.br/wp-admin no navegador.

painel do administrador no wordpress

Temas

Na seção Aparência, você pode encontrar muitos temas livres e escolher um visual estiloso para o seu blog.

Se precisa de ajuda para escolher, veja nosso artigo sobre os melhores temas gratuitos WordPress.

Além disso, vale lembrar que, se você é assinante de um dos nossos planos de Hospedagem Business ou Hospedagem Cloud, você pode instalar o Tema de Blog da Hostinger (artigo em inglês) gratuitamente. Ele está disponível para todos os usuários que optam pelo WordPress no momento de configuração do site e traz uma série de ferramentas baseadas em inteligência artificial para acelerar ainda mais a construção do seu blog.

temas wordpress

Plugins

A seção Plugins oferece uma grande biblioteca de extensões gratuitas. Entenda que plugins são como complementos que ampliam a funcionalidade do seu blog.

plugins wordpress

Ah, mas já te falei a melhor parte? Tudo isso é absolutamente grátis!

Aqui está uma lista de 3 plugins essenciais que todo blog deve ter:

  • Yoast SEO permitirá que você otimize seus posts com mais facilidade com as técnicas cas mais recentes de SEO.
  • Akismet Anti-Spam manterá sua seção de comentários limpa e livre de spam.
  • Jetpack oferece um pacote de recursos relacionados ao desempenho, segurança estatísticas e muito mais!

Criar posts e páginas do seu blog WordPress

A seção Páginas faz exatamente o que diz. Você pode usá-la para criar mais páginas em seu blog (como a página Sobre nós; Entre em contato e similares).

criar páginas no wordpress

Enquanto isso, a seção Posts será a área que vai utilizar mais, já que todos os novos posts serão criados por ali.

Para uma abordagem mais detalhada, leia nosso tutorial WordPress para iniciantes.

6. Comece a Publicar Conteúdo

Antes de começar a publicar postagens, é essencial tomar conta da sua campanha pré-lançamento. Um blog bem planejado tem maior chance de ser bem-sucedido. Você terá que tomar decisões sobre o tipo de conteúdo que quer publicar e o seu cronograma de publicações.

Para desenvolver uma estratégia de conteúdo bem-sucedida, siga estas recomendações:

  • Especifique seus objetivos. Evite definir metas abstratas para acompanhar o seu progresso. Ao invés disso, mire em objetivos concretos, como “ter 1.000 pessoas assinando sua newsletter até o final do ano”.
  • Encontre seus concorrentes. Descubra quem são os principais concorrentes no nicho do seu blog. Leia e analise as suas postagens mais populares, descubra o que funciona para eles e tente encontrar áreas onde o seu blog pode se sair melhor ou oferecer uma perspectiva única. Isso vai lhe ajudar a se destacar de outros blogs.
  • Agende seus posts. A chave para construir um público leal é consistência. É melhor manter um cronograma regular do que soltar uma grande quantidade de posts e então desaparecer por um longo período.
  • Liste os tópicos sobre os quais você vai escrever. Na hora de escolhê-los, considere todas as informações que você tem sobre o seu público-alvo e seus competidores. Faça uma pesquisa de palavras-chave para descobrir o nível de interesse e a competição para cada tópico escolhido. Deve haver um motivo forte e suportado por dados para a seleção de cada tópico.
  • Identifique seu público-alvo. Conheça as características que o seu público tem em comum — suas personalidades, necessidades, ansiedades e desejos.

Confira as comunidades online onde o seu público-alvo se encontra. Por exemplo, se o seu blog é sobre livros, confira o subreddit r/livros. Se você conseguir se colocar no lugar dos seus leitores enquanto escreve, eles vão se identificar com o conteúdo.

Com o processo pré-lançamento fora do caminho, chegou a hora de começar a pensar sobre como escrever uma postagem de blog. Aqui estão algumas dicas para que cada novo post faça a diferença:

  • Tenha clareza e concisão. Use uma linguagem fácil de entender e escreva frases e parágrafos curtos. Evite grandes blocos de texto, que podem intimidar os leitores.
  • Use cabeçalhos, sub-cabeçalhos e listas. Esses itens ajudam os leitores a encontrarem mais rapidamente a informação que eles buscam.
  • Adicione imagens e gráficos. O conteúdo visual faz com que as suas postagens sejam mais atraentes. Às vezes, esses elementos são necessários — especialmente se você estiver usando escrevendo um tutorial, por exemplo.
  • Aplique as melhores práticas de SEO. Use ferramentas como o Yoast SEO para incorporar otimização para sites de busca no seu processo de escrita e de publicação. Isso pode melhorar drasticamente a visibilidade do seu blog para motores de pesquisa.

Para criar o primeiro post no seu blog, faça login no painel do WordPress e navegue para Posts -> Adicionar Novo. O painel levará você para a tela do editor de texto do WordPress — a ferramenta para escrever e formatar o seu conteúdo.

O editor de texto do WordPress permite que você adicione e edite blocos ou seções de diferentes tipos de conteúdo. Os blocos podem incluir textos em vários formatos, mídia, elementos de design, widgets e elementos incorporados. Para selecionar e adicionar um novo bloco, simplesmente clique no botão + localizado no canto superior esquerdo do editor.

botão de adicionar elementos a post no wordpress

Se você quiser incluir um template projetado previamente no seu novo post de blog, navegue pelos itens na aba Padrões.

Assim que você tiver terminado de escrever, formatar e adicionar conteúdo ao seu post, confira novamente para ver se as configurações estão corretas — isso vai evitar erros durante a publicação do post. Para acessar as configurações da postagem, clique no ícone de engrenagem localizado no canto superior direito do editor.

opções de post do wordpress

Na barra lateral de configurações, você pode escolher se quer habilitar comentários, adicionar tags, definir as categorias da postagem ou fazer upload de imagens destacadas.

Antes de você publicar a postagem, visualize sua Prévia para se certificar de que ela ficou exatamente do jeito que você queria. Assim que estiver satisfeito, siga em frente e Publique o post.

7. Promova o Blog

O próximo passo e convencer as pessoas a lerem seu blog. Você pode ter um conteúdo de alta qualidade, mas isso não vai importar se ele não atingir seu público-alvo. É por isso que é vital que você promova o seu blog.

Otimize seu Blog com Práticas de SEO

Search Engine Optimization (SEO) se refere ao conjunto de técnicas usadas para melhorar o ranqueamento de um site nos mecanismos de busca.

É essencial fazer com que um site tenha um bom ranking nas página de resultados do mecanismo de pesquisa (SERPs). De acordo com o BrightEdge, 53,3% de todo tráfego dos sites vem de buscas orgânicas. Se você tem posts e páginas que ranqueiam bem nos sites de busca, o seu blog terá uma chance maior de conquistar um fluxo constante de tráfego orgânico — sem ter que pagar por propagandas.

Aqui estão algumas dicas comuns de SEO para blogs:

  • Pesquisa de palavra-chave. Para ter uma melhor chance de ranquear bem nos SERPs, mire em palavras-chave cauda longa específicas e com baixa competição. Use ferramentas como Google Trends, SEMRush ou Ahrefs para coletar informações relacionadas a palavras-chave.
  • Cadastre-se no Google Search Console. Esta é uma ferramenta essencial para acompanhar o desempenho do seu site no Google. Ela vai permitir que você saiba quais palavras-chave trazem o maior tráfego e quais sites linkam para o seu.
  • Instale um plugin de SEO. O Yoast SEO é um dos plugins de SEO mais populares para as pessoas com blogs no WordPress. Alguns construtores de sites, incluindo o criador de sites profissional da Hostinger, já vêm com recursos de SEO em todos os seus templates de sites. Além de um Criador de Logo para você criar um logotipo personalizado para seu blog.
  • Aplique as melhores práticas de SEO on-page. Algumas das táticas essenciais de SEO on-page incluem otimizar imagens, adicionar meta descrições e mudar os slugs de permalinks.
  • Aumente o desempenho do seu site. Maiores velocidades de página afetam o SEO positivamente. Então não se esqueça de seguir as diretrizes de performance para acelerar o desempenho do seu site.

Construa o público do seu blog nas redes sociais e em fóruns

Promover o seu blog nas redes sociais e em fóruns é uma excelente maneira de encontrar seu público e se conectar com ele. Seu objetivo é achar as comunidades onde se encontram as pessoas interessadas em seu nicho e levá-las ao seu blog para aumentar o tráfego.

97% dos blogueiros usam redes sociais para compartilhar suas publicações. É um método popular de gerar tráfego, mas essa estatística também mostrar que esse é um ambiente bastante competitivo. Portanto, é essencial focar seu tempo e sua energia numa estratégia bem pensada para suas redes sociais.

O primeiro passo é incorporar as redes sociais no seu blog. Leitores que acharem seu conteúdo interessante ou valioso provavelmente vão querer seguir suas contas nas mídias sociais e compartilhar os seus posts com outras pessoas.

Se você tem um blog no WordPress, existem dezenas de plugins de redes sociais disponíveis. Ao instalá-los, você terá acesso a recursos como ícones de mídias sociais, compartilhamento, botão de curtida do Facebook e mais.

O próximo passo é escolher as plataformas de redes sociais onde você quer promover o seu blog.

Cada plataforma tem características únicas, e nem todas são adequadas para seu nicho específico. Portanto, é essencial pesquisar a demografia de cada rede sociais antes de começar a promover os seus conteúdos.

Aqui estão as plataformas de redes sociais mais populares que podem ajudar o seu blog a crescer e ter sucesso:

  • Facebook. A maior rede social do mundo, com 2,91 bilhões de usuários ativos mensais. Homens entre 25 e 34 anos compõem 18,4% da sua base de usuários, fazendo com que eles sejam a maior demografia da plataforma. 98% dos usuários do Facebook acessam a plataforma através de dispositivos móveis, então garanta que seu blog é otimizado para mobile.
  • Twitter. Existem 217 milhões de usuários ativos no Twitter todo mês, e homens compõem 70% do público da plataforma. Ele ganhou a reputação de oferecer atualizações em tempo real para diversos tópicos, com mais de 59% dos usuários admitindo se informarem sobre as notícias através do Twitter.
  • Reddit. A plataforma sociais de agregação de notícias e de discussão tem mais de 430 milhões de usuários ativos. As demografias mais populares do Reddit são adultos entre 25-29 anos, seguidos de perto por jovens adultos entre 18-24 anos. O Reddit tem mais de 100 mil comunidades ativas de quase todos os nichos possível, fazendo com que seja uma ótima plataforma para encontrar seu público.
  • Instagram. Este aplicativo gigante de compartilhamento de fotos tem cerca de 1 bilhão de usuários mensais ativos. Em termos de gênero, a demografia do Instagram é bastante equilibrada, com 51% das usuárias se identificando como mulheres e 49% se identificando como homens. Adultos com idades entre 25-34 anos e jovens adultos entre 18-24 dominam a plataforma, com 32,8% e 29,6 respectivamente. Se você tem conteúdos visualmente atraentes no seu blog e o seu público tende a ser mais jovem, o Instagram é uma ótima opção.
  • Pinterest. A popular rede social de compartilhamento de imagens tem mais de 478 milhões de usuários mensais ativos. O público feminino domina o Pinterest, compondo 76,3% da sua base de usuários. Adicionalmente, os EUA lideram no uso da plataforma por uma grande margem. É uma opção válida para blogs que tenham mulheres estadunidenses como seu principal público.

TikTok. Coroada com a rede social que cresceu mais rápido na história, o aplicativo de compartilhamento de vídeo TikTok coletou cerca de 689 milhões de usuários ativos. A Geração Z domina a plataforma — 41% da sua base de usuários é de adolescentes e jovens adultos entre 16-24 anos. Se o seu blog tem jovens adultos como o público-alvo, tente promover sua marca no TikTok com vídeos curtos e criativos que resumem seus artigos.

Dica

Não existe uma única plataforma de rede social que seja melhor para encontrar e construir uma comunidade. Você precisa procurar onde está seu público.

Para quem trabalha em formato B2B, o LinkedIn e o Twitter são ótimas opções — a mesma coisa com o YouTube. Algumas pessoas trabalham em B2C — marcas que vendem diretamente ao cliente — então talvez seja melhor usarem redes como Instagram, TikTok e Snapchat.

Desenvolva uma Estratégia de Email Marketing para o seu Blog

O Email marketing é composto do envio de emails para um grupo de pessoas para o qual você quer promover seu blog. Mesmo na era das redes sociais, o email marketing continua sendo uma maneira eficaz de reter leitores no seu blog.

Também vale notar que essa estratégia tem um retorno sobre o investimento (ROI) maior do que outros métodos de marketing.

Muitos provedores de hospedagem oferecem contas de email customizadas para os seus clientes. Se a plataforma onde está o seu site não vem com um email, considere considere adquirir uma conta de email profissional Hostinger. Isso vai permitir você criar um email empresarial como você@dominiodoseublog.com.

Aqui estão os três passos mais importantes do email marketing:

  1. Escolha uma ferramenta de email marketing. Uma ferramenta de email marketing vai simplificar a gestão das suas campanhas de email marketing. Se você tem um blog no WordPress, existem muitos plugins de newsletter dentre os quais você pode escolher.
  2. Crie uma lista de email. Tanto na sua homepage quanto em posts individuais, sempre encoraje os novos leitores a assinarem a sua newsletter via email. Você pode oferecer incentivos como conteúdo exclusivo e ebooks gratuitos via email para convencê-los.
  3. Envie emails de alta qualidade. Garanta que você está oferecendo um valor real em cada email que você envie. Crie linhas de assunto atraentes que reflitam o conteúdo do e-mail. Adicione botões de chamada à ação (como “Leia aqui”) com links para seus posts no blog.

Experimente o Guest Blogging

O Guest Blogging ou Guest Posting é uma técnica onde você publica conteúdo para outros sites. A ideia geral é ganhar exposição para o seu blog sendo publicado em sites como muitos seguidores. Também é uma oportunidade de incluir backlinks para seu blog, que podem ter um efeito positivo no SEO.

Não se esqueça de apenas escolher sites que sejam relevantes para o seu nicho. Deste modo, você garante que vai escrever blog posts atrativos para seu público-alvo.

Quando for oferecer um artigo para os sites que selecionou, certifique-se de que o tópico se encaixa na temática do site.

Se a sua oferta for aceita, comece a escrever o seu guest post. Além de oferecer backlinks para o seu blog, use links internos que direcionem os leitores para outros posts dentro daquele site. Evite fazer uma promoção descarada do seu próprio blog.

Assim que o guest post tiver sido publicado, mantenha-se em contato com o webmaster com quem você trabalhou. Caso o post se saia bem, suas futuras ofertas terão mais chance de serem aceitas por outros blogueiros.

8. Invista em Monetização

Assim que o seu projeto tiver decolado, você terá oportunidades de ganhar dinheiro com seu blog. Existem muitas maneiras de monetizar seu blog. Aqui estão alguns dos métodos mais comuns:

  • Marketing de afiliados. Ao se tornar afiliados de marcas, os blogueiros podem ganhar dinheiro em casa usando links de afiliados. Toda vez que um visitante do seu blog faz uma compra usando um link de afiliado, essa marca vai lhe dar uma comissão que varia entre 5% e 30% do valor de venda do produto.
  • Propagandas pagas. Blogueiros podem incluir espaços para propaganda no seu site ao assinar uma rede de propagandas. Redes de anúncios como o Google AdSense ajudam os donos de blogs a se conectarem com marcas relevantes para seu público de maneira rápida.
  • Posts patrocinados. Entre em contato com marcas para ser pago para escrever sobre os produtos delas. Antes de fazer isso, garanta que o seu blog tem uma quantidade considerável de leitores e de tráfego.
  • Produtos físicos e digitais. Crie um site de e-commerce ou uma loja virtual para o seu blog e venda produtos físicos e digitais que tenham relação com o seu conteúdo. Por exemplo, venda produtos digitais como cursos online e eBooks que vão tratar de maneira mais aprofundada sobre assuntos que você falou em seus posts. Também vale a pena considerar vender produtos físicos licenciados.
  • Assinaturas. Crie conteúdo exclusivo ao qual visitantes podem ter acesso assinando uma área para membros separada ou uma seção especial do seu blog. Mantenha o valor da assinatura ao oferecer regularmente conteúdo único e de alta qualidade.

Dica

Assim que tiver conquistado um público — ao menos cinco a dez mil visitantes mensais — você pode começar a monetizar. Uma boa dica é coletar emails numa estratégia de curto prazo e criar um lead magnet.

Se você tiver um blog sobre ioga, por exemplo, você pode criar um lead magnet sobre 101 maneiras de praticar ioga avançada como um iniciante. A partir daí, você pode coletar emails e começar a testar cursos promocionais, eBooks, produtos de afiliados e propagandas para o AdSense.

9. Coloque sua Estratégia de Conteúdo em Prática

Até que enfim! Agora você sabe como criar um blog usando as três melhores plataformas CMS da internet.

Agora basta escolher qual destas opções que mais te agrada. Não precisamos dizer o quanto somos fãs do WordPress, certo?

E agora que chegou ao último passo, é bastante simples: publicar, publicar e publicar!

Como os sistemas de gerenciamento de conteúdo permitem que você crie novos posts sem muito esforço, esse é o principal foco: lançar o máximo possível de bons artigos, estamos falando de qualidade.

Considerando que no geral leva pelo menos algumas semanas até que novos posts comecem a apresentar resultados notáveis nos mecanismos de busca, quanto mais cedo você começar, melhor.

O ideal é que um blog gere tráfego e cresça com o tempo. Para isso, você precisa pensar fora da caixa e estar preparado para trabalhar duro.

É por isso que preparamos 10 das melhores dicas que mostram como começar um blog e ter sucesso!

Como Ter Resultados com um Blog?

Não importa o que você esteja fazendo, ter um plano bem elaborado é essencial. Isso não apenas tornará seu trabalho e os resultados mais eficientes, mas também vai te dar uma visão mais clara de onde você pode chegar com essa ideia.

A maioria dos blogs gera novos usuários por meio do tráfego orgânico. E a melhor maneira de fazer isso é através de posts de alta qualidade. Portanto, você precisa lembrar de uma regra de ouro: o conteúdo é rei ?.

Aqui estão algumas das principais dicas para blogs que certamente trarão resultados positivos para o seu negócio:

1. Saiba o básico sobre SEO

Embora a otimização para mecanismos de busca possa parecer complicada, na verdade, é uma das melhores habilidades que você pode adquirir antes de começar um blog.

Um SEO adequado pode te deixar muito a frente da concorrência, garantindo que seu conteúdo permaneça relevante.

Aqui estão alguns dos melhores artigos para aprender SEO:

2. Faça Pesquisa de Palavras Chave

O ideal é que os posts do seu blog sejam definidos por palavras-chave e frases que as pessoas procuram ao usar os mecanismos de pesquisa, conforme a intenção do usuário.

Produzir conteúdo sem a devida pesquisa de palavras-chave é como fotografar no escuro. Você pode acertar alguma coisa, mas você não sabe exatamente o que.

Entender sobre palavras-chave, o volume de pesquisa e o conteúdo que atualmente tem o maior valor pode fornecer uma boa ideia da intenção de pesquisa do usuário. Depois que você souber essa parte, criar um post que traga resultados no blog será muito mais fácil.

Por exemplo, aqui está o crescimento do tráfego do nosso blog tutorial em conjunto com o número de palavras-chave orgânicas.

Nossas estatísticas do blog mostram que palavras-chave orgânicas e a quantidade de tráfego estão diretamente relacionadas!

Nossas estatísticas do blog mostram que palavras-chave orgânicas e a quantidade de tráfego estão diretamente relacionadas!

Portanto, fazer pesquisa de palavras-chave é um “dever de casa” importante que todo mundo que pesquisa como criar um blog deve se atentar.

E para a sua felicidade, existem diversas de ferramentas e recursos gratuitos que podem ajudá-lo. Comece com essas aqui:

3. Faça análise dos seus competidores

Para novos blogs pode ser difícil encontrar a direção correta. Mas isso pode ficar mais fácil se tiver um bom exemplo à sua frente.

Pesquisar os blogs com os melhores desempenhos na sua área é uma ótima maneira de encontrar novas idéias para o seu próprio site.

Em primeiro lugar, faça uma lista de 5 a 10 blogs ou sites que são muito bem ranqueados em seu nicho. Em seguida, use ferramentas como SimilarWeb para gerar um relatório.

relatorio de site no similarweb

Embora a versão gratuita forneça estatísticas limitadas, você ainda pode ver dados como as 5 principais palavras-chave orgânicas e pagas deles. Depois de concluir a pesquisa, você terá uma visão muito mais clara de conteúdo para o seu blog.

4. Tenha uma estratégia de conteúdo

Pegue uma planilha simples e faça um brainstorming sobre ideias de artigos em potencial. Comece com tópicos mais amplos e vá até assuntos mais específicos. Se você já tiver mais conhecimento em uma área específica, priorize-o.

Grandes resultados não vão chegar de uma hora para outra, então a disciplina será seu novo melhor amigo. Tente definir prazos para publicação de artigos e monitorar seu progresso.

Procure encontrar o equilíbrio ideal entre qualidade e quantidade. Em seguida, atente-se ao seu plano e também separe tempo para analisar os resultados.

5.  Crie uma conta nas redes sociais

Construir uma presença online é importante, especialmente se você quer saber como criar um blog sozinho. As plataformas de mídia social tornam essa tarefa muito mais simples.

perfil da hostinger no twitter

Em primeiro lugar, estar nas redes sociais vai aumentar o seu engajamento com o usuário. Você pode notificar as pessoas sobre novos artigos, planos e atualizações.

É também uma maneira incrível de se familiarizar com seus leitores, com as necessidades deles. Um erro crucial que muitos novos projetos cometem é ignorar seu público e suas necessidades.

Com um perfil no Facebook e no Twitter, você pode receber feedback de seus leitores diretamente. E à medida que você cresce, pode receber ofertas comerciais ou oportunidades para ganhar dinheiro com isso.

Dependendo do conteúdo que você produz em seu blog, as plataformas de mídia social podem também atrair novos leitores. Não se trata apenas de reunir seu público atual. Conforme as pessoas compartilham seu conteúdo, mais e mais pessoas serão provocadas a “dar uma olhadinha”.

6. Faça guest posts

Depois de lançar seu blog, uma das tarefas mais difíceis será fazer com que as pessoas o notem. Os concorrentes já famosos estarão no seu caminho e você precisará de muito tempo para estar entre os primeiros resultados do Google.

No entanto, existem maneiras de tornar essa jornada menos instável e fazer guest posts é uma delas.

O guest posting é uma prática que muitos blogueiros, escritores e donos de empresas fazem regularmente.

A ideia básica é publicar um conteúdo com um link para o seu blog em outro site. Os maiores benefícios que você irá ter são:

  • Impulsionar o SEO devido a links de outros sites.
  • Um rápido aumento no tráfego direto/ orgânico.

Se você se interessou pelo assunto, confira este estudo de caso sobre blog no Ahrefs.

7. Implemente o Google Analytics

Monitorar o seu tráfego é uma parte essencial da construção de um blog de sucesso.

Conhecer seu público-alvo e o que eles querem do seu site vai te levar alguns passos à frente, acredite.

E a melhor ferramenta para fazer este trabalho é o Google Analytics. O GA rastreia seus visitantes, seu comportamento, fornece dados e muito mais.

exemplo do google analytics

O que é mais incrível é que este software é totalmente gratuito! Isso significa que todo webmaster pode descobrir com facilidade mais informações sobre seus leitores.

Se você planeja criar um blog usando o WordPress, nosso guia detalhado sobre como configurar o Google Analytics é exatamente o que você precisa.

8. Avise o Google quando publicar um novo conteúdo

Milhares de novos sites são criados diariamente. E o número de novos posts e artigos deve estar na casa dos milhões.

Com tanta coisa acontecendo, pode levar um tempo até que o Google e outros mecanismos de pesquisa comecem a indexar seu novo conteúdo. Mas há um ótimo atalho que você pode pegar para acelerar as coisas!

Adicionar seu site ao Google Search Console vai permitir que:

  • Monitore o desempenho do seu blog.
  • Receba alertas em caso de erros no site.
  • Use várias ferramentas de teste.
  • Acesse material de aprendizagem aprofundado.

E, mais importante, você poderá enviar novos post no blog e ainda forçar o Google a rastreá-las.

buscar como o google

Se você deseja estar entre os primeiros resultados da pesquisa do Google, os backlinks são algo que você precisa levar a sério.

Na verdade, é um dos fatores de classificação mais importantes que o Google leva em consideração ao avaliar sites.

Embora os novos blogs devam se concentrar na produção de conteúdo e no aprimoramento das páginas existentes, chegará a um ponto em que você terá vários conteúdo de alto nível em mãos.

Na maioria das vezes, mesmo o conteúdo da mais alta qualidade pode não ter chance no Google SERPs se você não trabalhar com backlink.

Felizmente, existem muitas maneiras comprovadas para fazer backlinks. Aqui está um bom artigo para te ajudar:

10. Paciência é o segredo

Uma coisa importante para lembrar: aprender como criar um blog é um investimento a longo prazo. Assim como em qualquer nova atividade, você vai precisar de tempo e esforço para ver resultados significativos.

Em primeiro lugar, o Google precisar começar a reconhecer a existência do seu blog. Muitos especialistas em SEO afirmam que leva um tempo antes que o conteúdo comece a causar impacto (também chamado de Google Sandbox).

Então, se você realmente quiser ter sucesso, paciência é o caminho. Espere pelo melhor, mas esteja preparado para o pior, e você certamente chegará lá.

11. Adicione CTAs (Call to actions)

Esta dica pode abranger qualquer ação que você deseja que os seus leitores executem. Pode ser assinar uma newsletter na sua lista de mailing, ler alguma outra postagem, comprar um produto, fazer um upgrade, etc.

Cada post do seu blog vai se beneficiar de ter ao menos um CTA. Nem que seja para algo simples como pedir para os seus leitores comentarem numa publicação.

12. Fique de olho nos tempos de carregamento do seu blog

Você vai querer que as páginas do seu blog carreguem num dentro de um tempo aceitável. Os tempos de carregamento não apenas são um fator no ranking dos sites de busca, como também podem fazer você perder leitores e público em potencial – se o seu site não carregar ou demorar muito para aparecer na tela.

É possível ver o quão rápido o seu blog carrega usando ferramentas de teste de página como o Pingdom ou o GTmetrix.

Se você precisar otimizar as suas páginas para acelerar as coisas, aqui vão algumas dicas: verifique os tamanhos das suas imagens, considere colocar algum plugin em cache ou escolha uma hospedagem mais rápida.

13. Faça manutenção do seu site

Manter o seu site atualizado pode resultar no seu sucesso ou no seu fracasso. A maioria dos usuários vai preferir ler um artigo num site que funciona perfeitamente, ao invés de escolher um que apresenta erros e plugins que não funcionam.

Então não se esqueça de atualizar o seu CMS, os seus plugins e os seus temas. Crie um cronograma para fazer backup do seu site e veja se não há links quebrados nos seus posts mais antigos. Também otimize o seu banco de dados para manter os seus artigos atualizados e com as informações corretas.

14. Auditorias de Conteúdo

Além de manter o seu site atualizado, fazer auditorias de conteúdo também é uma ótima maneira de dar um facelift nele. Uma boa ideia é conferir as suas publicações de blog passadas regularmente. Continue melhorando-as para que o seu conteúdo sempre tenha a melhor e mais correta informação o tempo todo.

Você pode juntar publicações que são similares e até mesmo deletar os posts que você não quer mais. Também dá para definir redirecionamentos 301 ou colocar no ar outras páginas de erros. E não se esqueça de remover todos os links que estão quebrados.

Por Que Criar um Blog?

Sempre que estiver prestes a criar algo novo, esta é a primeira pergunta para a qual você deve encontrar a resposta. Por quê?

Depois de descobrir as razões, todo o processo se tornará muito mais agradável, e você pode aprender coisas novas e agradáveis ao longo do caminho.

Aqui estão alguns motivos para te ajudar com essa resposta:

  1. Você vai fornecer conhecimento e conteúdo para um público específico. Para criar posts de qualidade, você precisa estudar seu nicho e pesquisar muitas áreas. Durante este processo, você vai reunir um conhecimento valioso que pode ajudá-lo no futuro. E quem sabe, você tenha ideias boas o suficiente para ter seu próprio negócio online.
  2. É uma ótima maneira de expressar suas ideias. Você já teve um daqueles dias em que muitas grandes ideias começam a surgir, mas não sabe como agir sobre elas? Bem, se você começar um blog, isso é mais ou menos resolvido. Compartilhe suas ideias e opiniões com todos ao redor do mundo
  3. Você terá um fluxo consistente de tráfego. Muitos novos projetos e empresas muitas vezes lutam para encontrar um público para mostrar suas novas idéias ou produtos. Isso pode causar lentidão no crescimento e expansão. Mas com um blog no lugar, você pode ter um tráfego valioso e convertê-lo em clientes ou em usuários com grande potencial!
  4. Pode ser a porta para novas oportunidades. Embora a jornada possa ser um pouco difícil no começo, quando seu blog começar a crescer, você encontrará muitas novas oportunidades. Ao estabelecer sua presença online, mais e mais pessoas se juntarão ao seu círculo. E você pode se tornar o próximo grande especialista no seu segmento! Por exemplo, vamos dizer que você queira conquistar leitores ou clientes norte-americanos; então, considere ter um site com um domínio .us.
  5. Mostre ao mundo o que você está fazendo. Mesmo nesta era da tecnologia, a palavra escrita ainda é a maneira mais poderosa de transmitir sua mensagem. Se você estiver executando um projeto paralelo, iniciar um blog pode ser uma das melhores maneiras de exibir suas conquistas para o mundo. Usando o poder da internet, você pode alcançar todos os cantos do mundo instantaneamente!
  6. Seja o próximo grande influenciador. Cada novo post no blog vai te dar um passo mais perto da popularidade. Se você tem muita experiência em uma determinada área, o blog vai te ajudar a se estabelecer no mercado. Construa uma audiência, faça novas conexões, apresente suas idéias e rompa todos os limites!
  7. Trabalhe para realizar um sonho. Não há melhor sensação do que trabalhar em direção a um objetivo. Apesar de muitas vezes a gente desiste sem nem ter tentado ao certo. Se você é apaixonado por algo, criar um blog será o ambiente perfeito para começar a trabalhar para suas paixões reais.

Há alguns anos atrás, um blog não era visto como algo sério. Mas com o passar do tempo, muitas pessoas transformaram seu blog em um negócio sólido e lucrativo.

Se o que você quer é liberdade, ter o seu próprio blog é um pequeno passo na direção certa. ?

Conclusão

Parabéns! Agora você conhece todas as etapas necessárias para saber como criar um blog e ter sucesso online. Agora é a hora de começar, então o que você está esperando? Fique online com a Hostinger ainda hoje!

E se você tiver outras dúvidas, perguntas ou dicas relacionadas a blogs, use os comentários abaixo para falar conosco!

Como Criar um Blog – Perguntas Frequentes

Nesta seção, vamos responder algumas das dúvidas mais comuns que as pessoas têm na hora de aprender como criar um blog.

Ainda Dá Lucro ser Blogueiro?

Sim. Enquanto as pessoas ainda procurarem por informações na internet, você poderá lucrar um com blog. Se você trabalhar de maneira estratégica dentro do nicho escolhido, será possível ganhar bastante dinheiro como blogueiro.

Quando Eu Posso Ganhar com um Blog?

Isso varia significativamente dependendo do blog. De acordo com um estudo feito pela ConvertKit, a renda média de um blogueiro é de US$ 54.108 por ano.

Tenha em mente que há uma diferença considerável entre quanto ganha um blogueiro profissional e quanto ganham aqueles que são novos ou trabalham por hobby.

O Blog Deveria ser um Trabalho de Tempo Integral ou Projeto Paralelo?

Ser um blogueiro de tempo integral vai permitir que você foque toda a sua energia no blog. Contudo, também é uma opção mais arriscada, já que você não terá acesso a um salário regular.

É mais seguro tocar o blog como um projeto paralelo, já que você terá uma renda estável do seu emprego principal. Contudo, suas atividades de blogueiro terão que ficar em segundo plano.

Em geral, nós recomendamos trabalhar meio período no seu blog enquanto estiver começando. Você só deve considerar transformar o blog na sua atividade principal quando ele estiver bem estabelecido.

Quais são os Tipos de Blogs Mais Lucrativos?

Muitos nichos de blogs podem ser altamente lucrativos se você tiver a estratégia certa e publicar de maneira consistente. Alguns exemplos dos nichos mais lucrativos incluem comida, beleza e moda, finanças e blogs de decoração de interiores. Esses tipos de blogs permitem que os usuários ganhem dinheiros através de patrocinadores, links de afiliados e conteúdos exclusivos como eBooks e cursos online.

Onde Posso Criar um Blog de Graça?

O WordPress é uma das melhores opções para criar seu próprio blog de graça ou com custos mínimos. Você também pode tentar plataformas como o Medium na hora de começar um blog online gratuito. Apesar disso, elas não oferecem muita customização ou diversos recursos de monetização como no caso do WordPress.

Author
O autor

Ariane G.

A Ariane é SEO Team Leader com experiência em conteúdo, localização e SEO. Seu desafio é levar a Hostinger ao topo dos resultados no Brasil, França e Reino Unido. Eventualmente ela compartilha seu conhecimento no blog e nos tutoriais da Hostinger e no tempo livre ela gosta de explorar lugares novos e viver intencionalmente.