Flush DNS: Como Limpar o Cache DNS

Flush DNS: Como Limpar o Cache DNS

Se você está enfrentando problemas de conexão, pode ser uma boa ideia limpar o seu cache DNS – um processo também conhecido como flush DNS. Isso pode soar como algo técnico e complicado, só que é muito mais fácil do que você pode imaginar.

Na verdade, o processo de flush do cache DNS não exige qualquer conhecimento técnico, especialmente se você tem um tutorial passo-a-passo detalhado para seguir.

Neste artigo, você vai aprender o que é Cache DNS, porque você pode precisar limpar o seu Cache DNS, e as diferentes maneiras que dá para fazer isso.

O Que é o Cache DNS?

Assim como os navegadores, os sistemas operacionais também armazenam arquivos de cache de lookups do Sistema de Nomes de Domínio (DNS), formando o que é conhecido como cache de DNS. Ele consiste em unidades de informação comprimidas chamadas registros de recursos (RR). Os RR reúnem informações sobre todos os sites que você visitou e as exibem em código ASCII.

Abaixo estão os componentes do cache DNS:

  • Dados de recursos – contém a descrição de um registro, como o endereço e o nome do host.
  • Nome do registro – exibe o nome de domínio da entrada DNS
  • Time To Live (TTL) – o tempo de validade do registro de recurso medido em segundos
  • Classe – o grupo de protocolo apropriado do recurso de registro
  • Comprimento dos dados de recursos – refere-se ao valor dos dados de recurso

Quando você visita um site pela primeira vez, o sistema operacional do usuário armazena os arquivos de cache do DNS do site. Isso agiliza o processo de lookup do DNS ao transformar os domínios nos seus endereços de IP, fazendo com que as páginas da web carreguem mais rapidamente da próxima vez que você for visitar o mesmo site.

Motivos para Fazer o Flush DNS de Maneira Periódica

A maioria dos sistemas operacionais executa o cache do DNS para reduzir a carga dos servidores DNS durante momentos de grande tráfego. O seu TTL determina o período de validade do cache. Desde que os arquivos de cache ainda estejam válidos, eles vão responder às solicitações de conteúdo sem passar pelo servidor DNS.

Apesar disso, o uso de arquivos de cache corrompidos ou desatualizados pode levar a erros e vulnerabilidades de segurança. O seu sistema operacional pode armazenar um cache de DNS com problemas quando você vai visitar sites que acabaram de ser movidos para um novo domínio ou um novo host. Portanto, nós recomendamos fazer o flush do seu cache DNS de maneira periódica.

Aqui estão os motivos pelos quais você deve limpar cache do seu DNS de maneira regular:

  • Impedir o rastreamento das suas pesquisas — armazenar registros DNS faz com que fique mais fácil de hackers preverem o seu histórico de navegação.
  • Segurança — os arquivos de cache DNS são os principais alvos para ataques de Spoofing DNS, o que coloca em risco informações sensíveis como dados pessoais e credenciais de login.
  • Resolver problemas técnicos — forçar o sistema operacional a buscar dados de registro DNS atualizados pode resolver problemas de conexão e a exibição incorreta de conteúdos na web.

Maneiras de Fazer o Flush DNS

Dependendo do seu sistema operacional, os passos para executar o Flush DNS podem variar. O tutorial abaixo vai mostrar como fazer isso no Windows, no Linux e no Mac OS X.

Microsoft Windows

Limpar o cache de DNS no Microsoft Windows é um processo relativamente simples. Tenha em mente que você precisa rodar o prompt de comando como administrador para acessar todas as permissões de segurança do sistema.

Confira abaixo os passos para limpar o cache DNS no Windows XP, 7, Vista, 8, 8.1 e 10.

  1. Pressione as teclas Windows+R juntas ou clique com o botão direito no menu Iniciar do Windows e então pressione Executar. Digite cmd para abrir o console do Prompt de Comando do Windows.  Se você ainda não tem privilégios de administrador, rode o cmd ao apertar Ctrl + Shift + Enter.
  2. Digite ipconfig/flushdns no prompt de comando e aperte enter. Esse comando vai limpar os arquivos de cache DNS do seu computador e redefinir o cache de resolução DNS.
  3. Se o processo foi bem-sucedido, você deverá ver a seguinte mensagem de confirmação:
    processo de flush dns no prompt de comando do windows

Linux

Por padrão, o Ubuntu não armazena um cache de registros DNS. Se você instalar manualmente um serviço como o name service caching daemon (nscd), os passos abaixo vão ensinar como promover o flush do cache DNS.

  1. Pressione as teclas Ctrl+Alt+T juntas para abrir a janela do terminal.
  2. Insira o seguinte comando para limpar os arquivos de cache DNS no subdiretório init.d:
    sudo /etc/init.d/nscd restart

Confira agora o guia de como limpar o cache DNS num sistema que usa systemd.

  1. Pressione as teclas Ctrl + Alt + T juntas para abrir a janela do terminal.
  2. Digite a seguinte linha de comando:
    systemd-resolve --flush-caches
  3. Insira o seguinte texto no prompt de comando para checar se o comando anterior limpou o cache DNS com sucesso.
    systemd-resolve --statistics

Mac OS X

Os passos para executar o flush do DNS no Mac OS X são simples, mas você precisa rodar o comando certo com base na sua versão atual do OS X.

  1. Pressione a tecla F4 e então insira terminal no campo de busca do Launchpad para abrir a janela do terminal.
  2. Se você está usando Mac OS SierraX El CapitanX MavericksX Mountain Lion ou X Lion insira o seguinte comando:
    sudo killall -HUP mDNSResponder
  3. Para fazer o flush DNS no Mac OS X Yosemite, use o seguinte código:
    sudo discoveryutil udnsflushcaches
  4. Se você estiver rodando o Mac OS X Snow Leopard, o comando é este aqui:
    sudo dscacheutil -flushcache
  5. Para o Mac OS X Leopard e mais antigos, insira o seguinte comando para limpar o cache DNS:
    sudo lookupd -flushcache
  6. Para fazer o flush DNS no Mac OS X High Sierra, insira isso aqui no prompt de comando:
    sudo killall -HUP mDNSResponder
  7. Aqui está o comando para flush do cache DNS no Mac OS X Mojave:

  8. sudo killall -HUP mDNSResponder
  9. Se você está rodando o Mac OS X Catalina, use este comando:
    sudo killall -HUP mDNSResponder
  10. Aqui está o comando para flush do cache DNS no Mac OS X Big Sur:
    sudo dscacheutil -flushcache;
    sudo killall -HUP mDNSResponder

Google Chrome

Já que o Google Chrome armazena um cache de DNS separado do sistema operacional do seu computador, você terá os mesmos benefícios ao limpar o cache DNS no navegador. Isso é particularmente importante se você usa o Chrome como o seu browser principal.

Tenha em mente que este tipo de cache é diferente do cache do navegador.

Confira abaixo como fazer isso:

  1. Abra o Google Chrome e insira o seguinte endereço na sua barra de pesquisa:
    chrome://net-internals/#dns
  2. Na página de configurações internas da internet, selecione a opção Clear host cache (Limpar cache do host)
    flush dns no google chrome

Conclusão

Quando você encontrar problemas de conexão ou ver páginas da internet sendo exibidas de maneira incorreta, isso pode significar que o seu sistema está armazenando registros de cache DNS corrompidos ou desatualizados.

Você pode resolver isso rapidamente ao executar o flush DNS. Se o seu problema não tiver sido resolvido, é possível checar este tutorial sobre como limpar o cache do seu navegador.

Esperamos que este artigo tenha ajudado você a resolver os erros de servidor DNS. Boa sorte!

Author
O autor

Carlos E.

Carlos Estrella é formado em jornalismo pela UFSC e tem as funções de redator, tradutor e SEO na Hostinger Brasil. Já trabalhou com jornalismo de games e tecnologia e hoje aplica essa experiência escrevendo posts e tutoriais no blog da Hostinger. Suas paixões incluem games, dar rolês com a namorada e amigos e ler artigos aleatórios da Wikipédia de madrugada.